Início » Internet » Mark Zuckerberg mantém proibição de menores de 13 anos no Facebook

Mark Zuckerberg mantém proibição de menores de 13 anos no Facebook

Por
8 anos atrás

Se depender de Mark Zuckerberg, as crianças e adolescentes continuarão proibidos de entrar no Facebook ainda por um bom tempo. Em uma conferência sobre governos e internet em Paris, o cofundador do FB disse que não há planos de liberar a sua rede social para os pequerruchos menores dos 13 anos.

A declaração esclarece um ponto de vista ainda obscuro de Zuckerberg. Ele havia dito na semana passada, também durante uma conferência, que as regulamentações trazem dificuldades para que as crianças possam criar contas no Facebook.

Dessa vez, o CEO foi mais enfático ao comentar o assunto. Ele disse que não é uma prioridade da empresa que menores de 13 anos possam criar contas na rede social. “Eu acho que faz sentido que, em algum momento do futuro, nós exploremos isso, mas não estamos trabalhando nisso no momento”, disse à Reuters.com.

Os termos de serviço do Facebook impedem que crianças e adolescentes criem contas na rede social. Essa é uma manobra muito usada para evitar problemas jurídicos depois, visto que o responsável pelo serviço é obrigado a filtrar o conteúdo das páginas apresentadas para os menores, numa espécie de classificação indicativa virtual.

Orkut: menor de 13 anos não entra (imagem: reprodução)

O mesmo vale para o Orkut, inclusive no Brasil. Ao preencher o cadastro para criação de um perfil na rede social, uma das primeiras coisas que o Orkut pergunta é a data de nascimento da pessoa. Menores de 13 anos dão de cara com a mensagem retratada acima. Claro que, se o sujeito mentir, pode tranquilamente criar a conta.