Arquivo Brasil

Claro, Oi, TIM e Vivo não vão oferecer bumper para iPhone 4

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Faltam menos de seis horas para que algumas operadoras comecem a vender os iPhones 4 em suas respectivas lojas. Será naquele esquema especial: início da venda à meia-noite somente em alguns locais específicos, nos quais há mais gente propícia a adquirir o novo aparelho. Mas e como fica a questão do bumper por aqui?

iPhone 4 com bumper

A Apple oferece nos Estados Unidos, até 30 de setembro, a capinha protetora gratuita. Ela foi distribuída por conta do antenagate, a dúvida sobre a recepção do sinal de celular no iPhone. De acordo com a empresa, ficou provado que o case não é necessário para o smartphone funcionar.

No Brasil, pelo visto, também não haverá bumpers. Eu entrei em contato com as quatro operadoras que vão vender o iPhone 4 por aqui para saber do assunto. Abaixo estão as respostas oficiais de cada uma delas.

Claro: Inicialmente o bumper não será oferecido pela operadora. Quem tiver dúvidas sobre o uso do acessório deverá entrar em contato com a Apple Brasil.

Oi: Por enquanto os iPhones 4 serão vendidos sem o case.

TIM: Informou que não comercializa acessórios para iPhone 4.

Vivo: Não vai vender o iPhone com o bumper incluído. De acordo com a operadora, o aparelho foi devidamente homologado pela Anatel e também passou por testes de oscilação e qualidade de sinal realizados pela operadora.

A Apple Brasil foi contactada para falar a respeito desse assunto, mas até o momento não me respondeu. No entanto, a informação que tenho é de que a palavra final sobre a disponibilização do bumper não será das operadoras, mas sim da própria fabricante.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque