Início / Notícias / Internet /

Microsoft confirma que Edge terá suporte às extensões do Google Chrome

Microsoft Edge vai usar mesma base do Google Chrome a partir de 2019; ele vai rodar no Xbox One, Windows 7, 8 e 10

Felipe Ventura

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Microsoft anunciou que o Edge vai usar o Chromium, mesma base do Google Chrome, a partir de 2019. A empresa confirmou alguns detalhes adicionais: ela dará suporte às extensões do Chrome, e levará o navegador para o Xbox One. Será possível instalar o browser no Windows 7, 8 e 10.

Kyle Alden, gerente de projeto do Microsoft Edge, diz no Reddit: “é nossa intenção dar suporte às extensões existentes do Chrome”. Isso provavelmente funcionará como no Opera ou Vivaldi: você visita a Chrome Web Store, escolhe uma extensão, clica em “Usar” e pronto.

Sim, atualmente a Microsoft coloca um “obstáculo” para instalar extensões no Edge: elas precisam ser distribuídas através da Loja do Windows 10. No entanto, isso deve acabar: afinal, o navegador será compatível com o Windows 7 e 8, podendo chegar até mesmo ao macOS.

Além disso, a Microsoft confirma ao Windows Central que o Edge deixará de usar a plataforma UWP (Universal Windows Platform). Ele será um aplicativo Win32 tradicional — tal como o Opera e o Vivaldi — para poder rodar em sistemas além do Windows 10. Assim, deve ser mais fácil instalar extensões nele.

Windows 10 pode depender menos do Microsoft Edge

O Edge é bastante integrado ao Windows 10. Um recurso experimental que depende do navegador é o “Sets”: ele permitia reunir aplicativos em uma só janela com abas, seja apps universais (Email, Calendário, OneNote) ou programas Win32 tradicionais como o Explorador de Arquivos. Isso foi temporariamente desativado; a Microsoft diz ao Windows Central que “o desenvolvimento foi desacelerado até a mudança para o Chromium”.

“Sets” permitia agrupar programas em uma só janela no Windows 10

E quanto aos aplicativos da Microsoft Store que dependem do EdgeHTML para funcionar, como o Twitter? Os PWAs (Progressive Web Apps) continuarão usando o motor de renderização do Edge por enquanto. Alden explica no Reddit que a Microsoft espera “oferecer um novo webview que os aplicativos possam optar por usar”.

Um usuário do Reddit perguntou: “o que isso significa para o Microsoft Edge no Xbox?”. Alden respondeu: “é nossa intenção levar a próxima versão do Microsoft Edge para todos os dispositivos da Microsoft”. Ou seja, também veremos o novo navegador na família Xbox One de consoles.

Microsoft vai contribuir no projeto Chromium

O Microsoft Edge usará o motor Blink para renderizar páginas da web, assim como o Chrome, e dependerá do V8 para compilar JavaScript. O navegador será atualizado de forma independente do Windows, seguindo o ritmo de lançamento do Chromium.

E a Microsoft planeja melhorar o Chromium para todos, contribuindo em áreas como suporte a comandos de toque, reconhecimento de gestos e rolagem suave. “Pretendemos nos tornar um contribuidor significativo para o projeto”, diz Joe Belfiore, vice-presidente corporativo do Windows.

Segundo o Windows Central, a Microsoft está tentando migrar alguns diferenciais do Edge para a versão baseada no Chromium. Isso inclui desenhar em páginas da web, ativar o modo de leitura e acessar recursos adicionais em PDFs. No entanto, a empresa vai analisar dados de telemetria para saber quais são pouco utilizados; alguns podem ser removidos.

Com informações: Reddit, Thurrott, Windows Central.