Windows 11 ainda terá elementos de interface do Windows 3.1

Apesar da transformação focada no “rejuvenescimento” do sistema operacional, a Microsoft conserva alguns elementos há quase trinta anos

Ana Marques
Por

Muito se fala na interface do Windows 11, que é, de fato, o principal atrativo da próxima versão do sistema. A ISO vazada revelou o novo menu Iniciar e até mesmo algumas alterações em ícones presentes desde o Windows 95. No entanto, na contramão de toda essa mudança, alguns elementos do Windows 11 permanecem inalterados – ou quase –, como as caixas de diálogo.

Caixas de diálogo no Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Caixas de diálogo no Windows 11 (Imagem: Reprodução/Reddit)

Como aponta o Windows Latest, a Microsoft fez alguns ajustes sutis nas caixas de diálogo do Windows 11, incluindo as bordas levemente arredondadas e sombreados, para corresponder de forma consistente às demais partes da interface. No entanto, elas continuam sendo essencialmente as mesmas desde o Windows 3.1.

Windows 10 vs Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Windows 10 vs Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Outros programas legados, incluindo o Gerenciador de dispositivos do Windows, também foram adaptados para uma melhor integração visual.

Gerenciador de dispositivos no Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Gerenciador de dispositivos no Windows 11 (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

Na prática, isso quer dizer que apesar de tudo o que há de novo no Windows 11, a Microsoft não está reescrevendo (ou redesenhando) o sistema do zero, contrariando as expectativas de algumas pessoas que ficaram animadas após a promessa da “atualização mais significativa do Windows na última década”.

Windows 11 pode trazer melhorias em desempenho

Contrariando o que muita gente pensa, talvez o Windows 11 não seja apenas um rostinho bonito, no fim das contas. Um usuário que experimentou a build vazada (que ainda não é a versão final do sistema), afirma que a nova plataforma traz algumas grandes melhorias de desempenho em relação ao Windows 10.

De acordo com o YouTuber Ben Anonymous, o Windows 11 tem tempo de inicialização de 13 segundos, em vez de 16. Ele também conduziu alguns testes de performance, incluindo um no Geekbench, no qual o single-core aumentou de 1.138 para 1.251, e no multi-core foi de 6.284 a 7.444.

Você pode conferir mais detalhes no vídeo:

YouTube video

Com informações: Windows Latest e XDA Developers.