TIM Live usa modem com Wi-Fi 6 para levar internet gigabit a clientes

Equipamento com padrão Wi-Fi 6 permite velocidades de até 3,2 Gb/s na rede sem fio; novo modem da TIM Live também possui porta Ethernet 2,5 Gb/s

Lucas Braga
Por

De nada adianta ter internet banda larga rápida se o roteador não consegue entregar velocidades altas para os dispositivos. O Wi-Fi 6 tenta melhorar a experiência de uso da rede sem fio, e a TIM Live anunciou que clientes com planos de 1 Gb/s utilizarão um modem compatível com a sexta geração da rede sem fio.

Logo da TIM Live com notebook ao fundo
TIM Live (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A TIM diz ser a primeira operadora do segmento residencial no país a oferecer modem com Wi-Fi 6. É verdade se comparar com grandes empresas como Claro, TIM e Vivo, mas a afirmação é exagerada: diversos provedores regionais já trabalham com equipamentos compatíveis com a tecnologia.

Por enquanto, os modems com Wi-Fi 6 estão restritos aos clientes com banda larga de 1 Gb/s, comercializada pelo preço mensal de R$ 193,80 com pagamento pelo débito automático. No entanto, a TIM promete expandir a novidade para mais planos ao longo do ano.

Para tirar proveito do Wi-Fi 6 é necessário que o dispositivo também seja compatível com o padrão. Smartphones e computadores mais caros lançados nos últimos anos costumam incluir a tecnologia, mas é importante verificar a ficha técnica para ter certeza.

Não é preciso se preocupar com os dispositivos antigos, sem suporte ao Wi-Fi 6. O modem é compatível com as tecnologias anteriores, com os mesmos limites de cada geração.

Modem Wi-Fi 6 da TIM também tem Ethernet 2,5 Gb/s

O equipamento com Wi-Fi 6 da TIM Live é fabricado pela Sagemcom, modelo [email protected] 5670. A operadora diz que o modem permite aumentar a velocidade de transferência em até 40%, chegando a 3,2 Gb/s.

De acordo com a TIM, as melhorias da tecnologia do Wi-Fi 6 permitem atender número maior de dispositivos conectados sem perda de velocidade e qualidade de transmissão. O modem também é compatível com protocolo de segurança WPA3 e tem suporte ao Band Steering, que faz troca automática entre as bandas de 2,4 GHz e 5 GHz.

O que me chamou atenção no equipamento da TIM é existência de uma porta Ethernet com velocidade de 2,5 Gb/s, algo ainda é raro em equipamentos domésticos. Com isso, finalmente será possível alcançar a velocidade de 1 Gb/s da TIM Live em um único dispositivo, visto que portas Gigabit Ethernet convencionais são limitadas a transferências abaixo de 950 Mb/s.

O problema é que as portas de 2,5 Gb/s ainda são raras, e provavelmente seu computador ou notebook não são compatíveis com esse padrão. É possível adicionar um adaptador de rede mais moderno em desktops através de placas com interface PCI Express.

Relacionados

Relacionados