Notícias Aplicativos e Software

Winamp continua vivo e ganha uma nova versão depois de quatro anos

Winamp 5.9 aprimora a compatibilidade com o Windows 11; player de música foi lançado nos anos 1990 e segue de pé até hoje

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Winamp é um clássico dos anos 2000. Caso não esteja a par, o player de música foi um sucesso para quem queria reproduzir seus arquivos MP3 no computador. Mas, acredite, o software não só está vivo como recebeu uma atualização na semana passada para a versão 5.9, com direito ao suporte ao Windows 11.

Winamp é atualizado para a versão 5.9 depois de quatro anos sem updates (Imagem: Leo Burnett/Flickr)
Winamp é atualizado para a versão 5.9 depois de quatro anos sem updates (Imagem: Leo Burnett/Flickr)

Os detalhes do release candidate (RC1) do Winamp 5.9 foi revelado no fórum do app no dia 26. Segundo as notas da atualização, a nova versão traz melhorias na compatibilidade ao Windows 11. Mas os requisitos mínimos mudaram: agora, para usar o app, é preciso ter o Windows 7 SP1 ou mais recente instalado no computador.

“A parte maior e mais difícil foi migrar todo o projeto do Visual Studio 2008 para o Visual Studio 2019 e fazer com que tudo fosse compilado com sucesso”, anunciaram nas notas de atualização.

De resto, há otimizações pontuais e soluções de falhas. Também há alguns bugs conhecidos, como a ausência de suporte ao Unicode nos créditos devido a um problema na migração. Os desenvolvedores também estão atrás de usuários para testar o app no Windows 7 e 8.1 devido aos relatos de erros com arquivos DLL.

Winamp 5.9 traz poucas mudanças perceptíveis ao usuário (Imagem: Reprodução/BleepingComputer)
Winamp 5.9 traz poucas mudanças perceptíveis ao usuário (Imagem: Reprodução/BleepingComputer)

Winamp recebe primeira atualização em 4 anos

Esta é a primeira atualização do Winamp depois de quatro anos de espera. Em 2018, os desenvolvedores liberaram a versão 5.8, dessa vez com melhorias na compatibilidade com o Windows 10. “Este é o apogeu de quatro anos de trabalho”, afirmaram. “Duas equipes de desenvolvimento e um período de hiato induzido pela pandemia.”

Os desenvolvedores também alertaram que esta atualização não traz muitas mudanças ao usuário final. “As bases já foram lançadas e agora podemos nos concentrar mais nos recursos”, anunciaram. “Seja consertando/substituindo os antigos ou adicionando novos”.

A publicação também anunciou os próximos passos. Para a versão estável da compilação 5.9.0, é aguardada a implementação do OpenSSL 3.0.5 e a solução de algumas falhas. Já a partir da versão 5.9.1 em diante, espera-se a adoção nativa de mais formatos, como OPUS, H.265 e HLS, e outras novidades.

O Winamp 5.9 RC1 já está disponível para download no fórum do player. Mas é importante lembrar: apesar de liberada ao público, trata-se ainda de uma versão de testes. A publicação no fórum até alerta: “todos os recursos precisam de testes”. 

O Winamp tinha muitas skins legais (Imagem: Reprodução/Winamp Skin Museum)
O Winamp tinha muitas skins legais (Imagem: Reprodução/Winamp Skin Museum)

Player de músicas vai ganhar nova versão

Fico feliz em ver o Winamp, um programa lançado em 1997, de pé. De volta aos anos 2000, cansei de ouvir Red Hot Chili PeppersNirvana, entre outras bandas, pelo programa quando eu era criança. O layout clássico do player também me dá uma baita nostalgia, pois era uma janela que sempre estava aberta no meu computador.

O tempo passou e não ouvimos mais músicas no formato MP3 como antigamente. Todavia, o player não só foi atualizado como ainda há novas ideias por trás. Em novembro de 2021, o site da plataforma foi atualizado discretamente e até ganhou um formulário para se inscrever no programa de testes da futura versão do app.

A página não entra em muitos detalhes e até agora não recebi um email sobre o beta. Todavia, o site aponta que o Winamp é “um espaço único para criadores” e que vai deixar artistas mais próximos de fãs, além de garantir “uma renda mais justa fazendo o que você ama”. No final, há um link para instalar o aplicativo.

Ainda não está claro o que acontecerá com o Winamp. Todavia, é bom saber que a versão clássica não foi abandonada. E para alimentar a nostalgia, vamos à magnífica introdução do player:

Com informações: BleepingComputer

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque