Instagram vai usar IA no Brasil para identificar menores de idade

Recurso estava em testes nos EUA e chegará para usuários do Brasil e da Índia; rede social quer garantir uma "experiência adequada à própria faixa etária"

Yan Avelino
Por

Nesta quinta-feira (13), o Instagram anunciou que vai lançar seu sistema para identificar usuários menores de idade no Brasil e na Índia. O recurso, testado desde junho passado, usa uma inteligência artificial para detectar adolescentes entre 13 e 17 anos a fim de garantir uma “experiência adequada à própria faixa etária.”

Logotipo do Instagram
Instagram (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Como anunciado anteriormente, o sistema de IA foi desenvolvido em parceria com a Yoti. Através de um vídeo gravado em formato de selfie, uma análise é realizada para estimar a idade do usuário pelas suas características faciais.

Segundo a empresa, a ferramenta é capaz de calcular a idade de pessoas entre 13 e 19 anos com uma margem de erro de aproximadamente 1,5 anos. Depois que a análise for feita, a Meta e a Yoti prometem excluir o vídeo.

Além desse método, usuários também poderão validar suas idades enviando um documento de identidade. Dentre os aceitos pela rede social, estão: a certidão de nascimento, as carteiras de identidade e de habilitação, passaporte, e título de eleitor.

Por outro lado, a plataforma decidiu também remover a chamada “comprovação social”, na qual usuários poderiam pedir para que seguidores mútuos afirmassem se eles eram (ou não) menores de idade.

Ainda que o Instagram não tenha detalhado a razão para descontinuar essa opção, ela pode ser um pouco óbvia: algumas pessoas poderiam simplesmente pedir para amigos mentirem a fim de “burlar” o sistema.

Os recursos chegarão gradualmente para os mais de 400 milhões de usuários ativos da plataforma no Brasil e na Índia — o dado é da Sensor Tower. O Instagram também revelou que o Reino Unido e a União Europeia receberão as funções até o fim do ano.

Instagram quer selfie de vídeo para confirmar idade (Imagem: Divulgação)
Instagram quer selfie de vídeo para confirmar idade (Imagem: Divulgação)

Plataforma tenta promover “experiência adequada” para adolescentes

Já faz algum tempo que órgãos de segurança cibernética globais repreendem o Instagram por deixar que menores de 13 anos utilizem a rede social.

Mais do que isso: a principal crítica é a de que a plataforma não faz o suficiente para impedir que esse público consuma conteúdos considerados “nocivos”.

Para tentar amenizar as críticas, o Instagram tornou as datas de nascimento obrigatórias. Além disso, a rede social privou as contas de usuários menores de 16 anos por padrão.

A medida, segundo a plataforma, visa limitar o alcance de busca de perfis de adultos com “comportamento potencialmente suspeito” para impedir o acesso a perfis infantis.

Vale mencionar, também, que o Instagram passou a bloquear DMs de adultos desconhecidos e limitou que anunciantes exibam comerciais com base nos interesses e atividades dos adolescentes.

Com informações: TechCrunch e Meta

Relacionados

Relacionados