Exclusivo: Galaxy S23 e S23 Ultra são homologados e já podem ser vendidos no Brasil

Anatel dá sinal verde para sucessores do Galaxy S22; Galaxy S23 e S23 Ultra devem ser vendidos com o carregador na caixa e com Wi-Fi 6E

Bruno Gall De Blasi Everton Favretto
Por e

Samsung já pode comercializar toda a linha Galaxy S23 no Brasil. Depois da variante Plus, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou tanto a edição convencional quanto o Galaxy S23 Ultra na semana passada. Em comum, a dupla sairá da caixa com o carregador, Wi-Fi 6E e suporte ao 5G SA e NSA.

Possível Galaxy S23 (Imagem: Reprodução/OnLeaks/Digit)
Possível Galaxy S23 (Imagem: Reprodução/OnLeaks/Digit)

Comecemos pelo modelo mais simples da linha. De acordo com os documentos acessados com exclusividade pelo Tecnoblog, a agência certificou o celular da Samsung de modelo SM-S911B/DS na quinta-feira (8).

O código tende a ser destinado ao Galaxy S23, sucessor do Galaxy S22

Os arquivos apontam outros detalhes do smartphone, como as unidades fabris em Campinas (SP), Manaus (AM), Coreia do Sul e Vietnã. Além disso, o smartphone vai sair da caixa com bateria maior e com o carregador EP-TA800, de 25 watts. 

A lista de conectividade indica que o telefone terá suporte ao 2G, 3G, 4G, 5G (NSA e SA), além do Wi-Fi 6E, NFC e Wireless PowerShare.

Galaxy S23 é homologado pela Anatel (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Galaxy S23 é homologado pela Anatel (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Galaxy S23 Ultra vai ter Ultra Wideband

Dando sequência aos registros acessados pelo Tecnoblog, a Anatel também certificou o SM-S918B/DS na terça-feira (6). 

O modelo deve ser destinado ao Galaxy S23 Ultra, sucessor natural do Galaxy S22 Ultra.

A documentação aponta as mesmas unidades fabris no Brasil e no exterior, além do mesmo conjunto de conectividade. A diferença fica pela presença do Ultra Wideband (UWB), um grande incremento para quem possui a Galaxy SmartTag+.

A documentação cita a bateria EB-BS918ABY, que pode chegar às lojas com 5.000 mAh, e o mesmo carregador da edição convencional.

Na semana passada, a Anatel também certificou a S Pen do modelo Ultra, que não é citada na documentação, e o Galaxy S23+.

Possível Galaxy S23 Ultra (Imagem: Reprodução/SmartPrix/OnLeaks)
Possível Galaxy S23 Ultra (Imagem: Reprodução/SmartPrix/OnLeaks)

O que esperar dos sucessores do Galaxy S22?

Como tradição, a Samsung está se preparando para revelar seus novos celulares premium no começo do ano que vem. A expectativa é de que a empresa siga a receita do ano passado ao revelar três variantes, sendo a mais encorpada com S Pen.

Os celulares ainda devem trazer um conjunto fotográfico poderoso, com destaque ao Galaxy S23 Ultra, que teria câmera de 200 megapixels.

Outra aposta gira em torno da ficha técnica avançada. Espera-se que a Samsung utilize uma edição personalizada do Snapdragon 8 Gen 2, que pode oferecer mais desempenho aos smartphones. O arranjo de RAM e armazenamento também deve ser generoso.

Os preços, no entanto, ainda são um mistério. Mas o lançamento da linha deve acontecer no primeiro trimestre de 2023.

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Everton Favretto

Assistente de Conteúdo

Everton Favretto é bacharel em Tecnologias Digitais pela UCS e caça homologações da Anatel para o Tecnoblog. Gosta de telefones (velhos e novos) e está sempre pronto para falar de aviões. Consegue identificar um modelo de 737 olhando para a fotografia dele e tem um Raspberry Pi Zero W na sacada só para rastrear as aeronaves por ADS-B.

Relacionados

Relacionados