Download de apps fora da App Store terá “sistema altamente controlado”

Apps de fontes de terceiros deverão ter certas especificações para poderem ser instalados em iPhones; novidade deve estrear no iOS 17.2

Lupa Charleaux
Por
Ícone da App Store
Lei europeia obriga que empresas de tecnologia abram os ecossistemas para apps de fontes de terceiros (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Apple irá ceder às pressões da Lei de Mercado Digital da União Europeia e permitirá o download de aplicativos de fora da App Store. Contudo, a Gigante de Cupertino pode estabelecer mecanismos para garantir a segurança e a privacidade dos donos de iPhones.

Conforme Mark Gurman, da Bloomberg, a big tech planeja um “sistema altamente controlado” para os desenvolvedores que disponibilizam softwares fora da sua loja oficial. Então, os apps de fontes de terceiros deverão seguir parâmetros específicos para serem instalados em um dispositivo.

iPhone 15 tem duas câmeras
Donos de iPhones na Europa poderão escolher outras lojas de aplicativos além da App Store em 2024 (Imagem: Thássius Veloso / Tecnoblog)

Novidade deve ser lançada com o iOS 17.2

Gurman menciona que a abertura do ecossistema dos iPhones deve ocorrer no primeiro semestre de 2024. Vale citar que a Lei de Mercado Digital entrará em vigor a partir de março do próximo ano nos países que fazem parte da União Europeia.

Entretanto, antigos vazamentos indicam que o recurso de sideload (download de fontes de terceiros) deve ser uma das grandes novidades do iOS 17.2. A próxima versão do sistema operacional dos iPhones está em fase beta e deve ser disponibilizada para o público em dezembro de 2023.

A Apple sempre foi contra a prática de sideload em seus dispositivos. A big tech argumenta que a instalação de aplicativos de fora da App Store poderia comprometer a segurança e a privacidade dos usuários.

Nas entrelinhas, como citado em um recente relatório financeiro, a fabricante do iPhone também não quer abrir mão das comissões de 15% a 30% pagas por desenvolvedores. A abertura do ecossistema permitirá que as empresas contornem as facilmente as taxas impostas pela Gigante de Cupertino.

Logotipo da Microsoft
Microsoft planeja lançar a própria loja de apps na Europa (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Mais opções além da App Store e Play Store na Europa

Como dito, a Lei de Mercado Digital exige que as empresas permitam o uso de softwares de fontes de terceiros nos ecossistemas de seus dispositivos. Com isso, o Google também deve deixar que os usuários de Android baixem apps de outras lojas além da Play Store.

A abertura proposta pelos legisladores europeus já atraiu a atenção de outras companhias. Por exemplo, a Meta e a Microsoft planejam lançar as próprias lojas de apps para os sistemas operacionais iOS e Android na Europa.

Do outro lado, os usuários não dependerão do “duopólio” da Apple e do Google para fazer download de apps. Bem como, a chegada de outras gigantes da tecnologia podem oferecer mais segurança do que baixar os softwares de lojas desconhecidas.

Com informações: WCCFTech

Relacionados