Google prepara Gemini para funcionar com fones de ouvido

Mensagem de erro encontrada no aplicativo beta do Google diz que empresa trabalha para aumentar compatibilidade do Gemini

Giovanni Santa Rosa
Por
Logo do Google Gemini
Gemini chegou à web e aos smartphones (Imagem: Divulgação/Google)

O chatbot Gemini deverá funcionar também em fones de ouvido. O código da versão beta do app do Google traz uma mensagem que diz que a empresa está trabalhando para levar sua inteligência artificial para este tipo de dispositivo — indo além da web, do Android e do iOS. A inteligência artificial poderá substituir o Assistente, que atualmente é compatível com vários fones.

As informações foram encontradas pelo site 9to5Google em uma análise do código da versão 15.6 do app do Google, ainda em fase de testes. Ele tem uma mensagem de erro que diz (em tradução livre):

O aplicativo móvel do Gemini está trabalhando para expandir a disponibilidade e torná-lo acessível em seus fones de ouvido.

Google Pixel Buds Pro (imagem: divulgação/Google)
Pixel Buds Pro ainda usam o Google Assistente (imagem: divulgação/Google)

Substituição do Assistente pode começar nos fones

Vários fones de ouvido têm botões ou gestos para ativar o Google Assistente. Mesmo com a chegada do Gemini, na semana passada, eles continuam usando o software antigo. Isso é esperado: o próprio Google enfatizou que seu novo chatbot de IA ficará disponível apenas na web e nos smartphones (Android e iOS). Outros aparelhos, como smart displays, alto-falantes e TVs, continuam com o Assistente.

Como observa o 9to5Google, os fones de ouvido são uma escolha mais segura para expandir o Gemini. Eles funcionam conectados a smartphones, que contam com o aplicativo completo. É diferente de um smart display, por exemplo, que demandaria uma implementação mais independente.

Por outro lado, o Gemini terá que tomar um rumo um pouco diferente. Os chatbots com IA generativa lançados até agora tendem a dar respostas longas, articulando vários trechos de textos. Uma resposta em áudio teria que ser mais resumida — imagino que pouca gente teria paciência para um robô “tagarela” na orelha.

GIF mostra app oficial do Google no iPhone
Gemini terá aba no aplicativo do Google para iPhone (Imagem: Divulgação/Google)

O aplicativo do Google também traz outros textos a serem usados em mensagens de erro do Gemini (em tradução livre):

  • “Muitos pedidos em um período curto. Tente novamente mais tarde.”
  • “O app mobile do Gemini está recebendo mais tráfego que o usual e está temporariamente indisponível. Tente novamente mais tarde.”

O Gemini é o novo nome do Bard, robô conversacional com IA generativa. Apresentado na última quinta-feira (8), ele usa o modelo de linguagem de larga escala (LLM, na sigla em inglês) também chamado Gemini, lançado pelo Google em dezembro de 2023.

Com informações: 9to5Google

Receba mais sobre Gemini (LLM) na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados