Google vai apagar contas que estão inativas por dois anos ou mais

Ações simples, como fazer login, ler um e-mail ou usar a busca, já são suficientes para que a conta seja considerada ativa

Giovanni Santa Rosa
Por
Google (Imagem: Vitor Páduo/Tecnoblog
Google (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Sabe aquela conta do Google que você não acessa há muito tempo? É bom conferir se não tem nada de importante por lá. A empresa anunciou nesta terça-feira (16) que passará a excluir contas que estão inativas há mais de dois anos.

A nova política passa a valer em dezembro de 2023. Ela inclui e-mails, perfil do Google, conteúdo de Gmail, Docs, Drive, Meet e Agenda, e também informações de YouTube e do Google Fotos.

Segundo a empresa, os diferentes produtos tinham seus próprios prazos e políticas de como lidar com contas inativas. O Gmail e o Fotos, por exemplo, já definiam dois anos como prazo. Com a mudança, isso passa a ser unificado.

Exclusão será feita em fases a partir de dezembro de 2023

O Google detalhou como a exclusão vai funcionar.

  • A política entra em vigor nesta terça-feira (16), mas a exclusão de contas só começa em dezembro de 2023.
  • As contas criadas e nunca mais usadas serão as primeiras a ser deletadas.
  • O Google vai enviar vários e-mails meses antes da exclusão, tanto para o endereço da conta quanto para o endereço de recuperação.

Como manter sua conta do Google ativa

A empresa também detalhou qual o critério para definir o que é uma conta ativa: “é necessário fazer login pelo menos uma vez a cada dois anos”, diz o comunicado à imprensa.

Além disso, também são consideradas atividades:

  • Ler ou enviar um e-mail;
  • Usar o Google Drive;
  • Assistir a um vídeo do YouTube;
  • Baixar um aplicativo na Google Play Store;
  • Usar a Busca do Google;
  • Usar o Login com o Google para fazer login em um aplicativo ou serviço de terceiros.

Apesar da unificação, o Google Fotos precisa ser acessado independentemente.

Você pode escolher o que acontece com sua conta inativa

O comunicado do Google também lembra que a empresa oferece um recurso chamado “Seu Legado Digital”. Com ele, é possível definir o que acontece com sua conta quando ela fica inativa por três, seis, 12 ou 18 meses. Isso pode ser interessante em caso de falecimento.

Entre as opções, estão enviar arquivos específicos para contatos confiáveis, ativar uma resposta automática do Gmail e excluir sua conta completamente.

Outros serviços — como Facebook, Instagram, Outlook e Apple ID, entre outros — também têm recursos para lidar com contas de falecidos.

Política é para proteger contas, diz Google

Segundo o Google, a nova política tem como objetivo proteger os dados pessoais que ficam em contas abandonadas. A empresa alerta que elas “podem ser usadas por agentes mal-intencionados para diversas ações, desde roubo de identidade até disseminação de spam”.

Outro aspecto, porém, é que a empresa vem tomando atitudes para apagar dados dos usuários. O Google Drive, por exemplo, passou a limpar a lixeira automaticamente. Já o Fotos acabou com o armazenamento ilimitado em 2021.

Com informações: Google

Relacionados