Samsung e Huawei lideram ranking de vendas de smartphones em 2018

Pela primeira vez, Huawei supera Apple nas vendas de smartphones; Samsung continua líder, mas é afetada pela concorrência chinesa

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Huawei P20 Pro
Huawei P20 Pro

A Apple teve faturamento recorde no último trimestre fiscal (abril e junho de 2018), em parte, graças às boas vendas do iPhone X. Mas, em volume de vendas de smartphones, a companhia foi superada pela Huawei: a fabricante chinesa vendeu 54,2 milhões de dispositivos entre os dois meses. É o que aponta um levantamento da IDC.

O primeiro lugar, porém, continua com a Samsung. No mesmo período, a companhia sul-coreana comercializou 71,5 milhões de unidades no mundo todo, quantidade que a fez dominar 20,9% do mercado. Os 54,2 milhões de smartphones vendidos deixou a Huawei na segunda posição (15,8%). A Apple ficou em terceiro com 41,3 milhões de iPhones vendidos (12,1%).

Xiaomi e Oppo aparecem na sequência com 31,9 milhões (9,3%) e 29,4 milhões (8,6%) de unidades vendidas, respectivamente. Isso significa que, entre as cinco companhias que mais venderam smartphones no mundo todo em 2018, três são chinesas.

Não é mera sorte. As marcas chinesas têm crescido bastante nos últimos anos impulsionadas pelas vendas dentro da própria China, mas também pelo avanço sobre a Ásia e, principalmente, os mercados europeus. As políticas agressivas de preços são as principais armas das fabricantes chinesas para conquistar espaço.

No caso da Apple, o segundo trimestre do ano tende mesmo a ser menos empolgante, mas os resultados costumam melhorar no quarto trimestre por conta da chegada de novos iPhones. Mas isso não quer dizer que a Huawei não teve méritos para, pela primeira vez, ultrapassar a Apple no ranking.

Além de deter 27% do mercado chinês de smartphones, a Huawei lançou dois smartphones que a ajudaram a abocanhar boa fatia do segmento de aparelhos avançados: o P20 e o P20 Pro. A boa recepção a esses modelos também acaba servindo para promover a marca em segmentos mais acessíveis.

Nada disso ameaçou a liderança da Samsung. Mesmo assim, alguns sinais de alerta acenderam na companhia. 71,5 milhões de smartphones é um número impressionante, mas 10,4% inferior que as vendas registradas no segundo trimestre de 2017. Das cinco primeiras do ranking, a Samsung foi a única que experimentou queda nas vendas.

Nesta semana, a Samsung admitiu que as vendas do Galaxy S9 estão abaixo do esperado e que a forte concorrência com marcas chinesas está afetando os seus resultados.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados