Intel diz que botão Windows Copilot é fundamental para o futuro dos PCs

Fabricante de processadores destaca importância da tecla da IA generativa para melhor experiência com AI PCs, que exigem também chips com NPUs

Felipe Freitas
Por
Tecla colorida com a marca do Copilot
Tecla Copilot substituirá botão Windows Key e deve se tornar fundamental no uso dos PCs (Imagem: Reprodução/Microsoft)

A Intel afirma que o botão Windows Copilot em computadores será importante para a era dos PCs com inteligência artificial. A declaração foi dada por Todd Lewellen, diretor de ecossistema de PC da empresa. A Intel, AMD e Qualcomm estão dando suporte para os planos da Microsoft de aumentar a integração entre IA e computadores pessoais, lançado processadores com núcleos para tarefas de inteligência artificial.

Em janeiro deste ano, durante a CES 2024, a Microsoft revelou o botão Microsoft Copilot para teclados de PCs. Este botão será um acréscimo ao periférico e deve remover alguma tecla no lado inferior direito ou deixar o teclado mais lotado. Provavelmente, as fabricantes desses equipamentos e de notebooks lançarão versões com uma tecla a mais ou substituindo algum botão (alô tecla de menu).

AI PCs precisam da tecla Windows Copilot

Em resposta ao The Verge durante uma coletiva de imprensa, Lewellen explicou que os PCs equipados com as novas CPUs necessitarão da tecla Windows Copilot. Com este botão, os computadores terão o maior proveito da tecnologia de IA e da capacidade do NPU — processador neural responsável por realizar tarefas ligadas à inteligência artificial.

Alguns modelos de notebooks lançados recentemente, por exemplo, contam com os processadores Core Ultra, chips que possuem NPUs para entregar maior compatibilidade entre o Windows 11 e tarefas do Copilot.

No entanto, não são todas as fabricantes que incluíram a tecla Windows Copilot — o Zephyrus G16, lançado recentemente no Brasil, integra essa lista. Sem isso, a Microsoft não considera o equipamento um AI PC, nome dado para computadores preparados para a integração com o Copilot.

O executivo da Intel também comentou que a empresa está alinhada com os planos da Microsoft para os AI PCs. Isso inclui desenvolver processadores com NPUs, dar suporte ao Copilot e ao botão da IA generativa do Windows. Só tem um problema: a Intel não fabrica teclados e notebooks, o que complica essa parte de lançar PCs com a tecla Copilot.

Com informações: The Verge

Relacionados