iPhone pode ganhar IA generativa aos moldes do ChatGPT em 2024

Apple estaria preparando novas ferramentas com uso de LLM para o próximo ano, de acordo com analista chinês. Tecnologia teria integração com os Atalhos.

Lupa Charleaux
Por
Mão segurando celular
iPhone 15 Pro Max é feito de titânio (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Os iPhones e os iPads poderão receber uma inteligência artificial generativa aos moldes do ChatGPT até o fim de 2024. Os detalhes da possível novidade que chegará aos dispositivos da Apple foram revelados por Jeff Pu, analista da firma chinesa Haitong International Securities.

Conforme fontes da cadeia de suprimentos, a big tech construirá centenas de servidores de IA entre este ano e o próximo. Assim, a intenção é integrar IA baseada na nuvem e uma “IA de ponta” que exige maior capacidade de processamento dos aparelhos.

iOS 17 - WWDC 23 (Imagem: Divulgação/Apple)
Recursos generativos podem ser uma das novidades do iOS 18 em 2024. (Imagem: Divulgação/Apple)

Os rumores sugerem que a Apple estuda incorporar modelos de linguagem à assistente Siri. Com isso, os usuários teriam recursos que automatizam tarefas complexas e uma ampla integração com o app nativo de Atalhos/Shortcuts.

Pu cita que a estreia da IA generativa da maçã pode demorar para ocorrer. No momento, a big tech busca uma solução para que o uso e o processamento de dados pessoais dos clientes estejam alinhados às políticas de privacidade.

A expectativa é de que os recursos generativos de IA sejam uma das novidades do iOS 18 e do iPadOS 18. Caso siga o tradicional calendário da Apple, os novos sistemas operacionais móveis devem ser lançados entre setembro e outubro de 2024.

Tim Cook na WWDC 23 (Imagem: Divulgação/Apple)
Tim Cook diz que a Apple trata o uso de IA com muito cuidado. (Imagem: Divulgação/Apple)

Novos detalhes reforçam iOS 18 com IA generativa

As informações de Pu se assemelham aos relatórios de outras fontes confiáveis sobre assuntos da Apple. Após o sucesso das rivais Google e Microsoft, a gigante de Cupertino realmente estaria buscando um chatbot para chamar de seu.

Em junho deste ano, o jornalista Mark Gurman revelou que a big tech testava internamente um chatbot apelidado “Apple GPT”. No entanto, a empresa não tinha uma estratégia clara para disponibilizar as ferramentas de IA generativa ao público.

Embora o analista Ming-Chi Kuo cite que a Apple está “significativamente atrasada” em relação aos concorrentes, o CEO Tim Cook afirma que a empresa trabalha há anos com IA. Em entrevista à Forbes, o executivo explicou que a Apple trata o tema com muito cuidado “porque estamos plenamente conscientes dos usos ruins que isso pode ter”.

Com informações: MacRumors

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lupa Charleaux

Lupa Charleaux

Repórter

Nerd por natureza, Lupa Charleaux é formado em Jornalismo Multimídia pela São Judas Unimonte (2012). Iniciou a carreira como repórter de entretenimento em 2013, mas migrou para a editoria de tecnologia em 2019. Construiu experiência na área ao produzir notícias diárias sobre eletrônicos (celulares, vestíveis), inovação, mercado e conteúdos especiais sobre os temas. É repórter do Tecnoblog desde outubro de 2023. Anteriormente, atuou como redator de tecnologia e entretenimento no TecMundo (2019-2021/2022-2023) e redator de produtos no Canaltech (2021-2022).

Canal Exclusivo

Relacionados