Lenovo Miix 630 tem processador Snapdragon, Windows 10 e bateria de 20 horas

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 1 mês

Em dezembro, vimos de perto os primeiros notebooks com processador Snapdragon 835 e Windows 10. Feitos pela Asus e HP, eles se destacam por rodar programas na arquitetura x86, e por terem bateria que dura quase o dia inteiro.

Agora, a Lenovo está anunciando seu próprio dispositivo com Windows 10 on ARM: ele tem boas especificações e promete autonomia de até 20 horas.

O Miix 630 possui tela de 12,3 polegadas com resolução 1920 x 1280 e proporção 3:2. Por dentro, temos um processador Snapdragon 835, 4 GB/8 GB de RAM, e opções de 64 GB/128 GB/256 GB de armazenamento expansível por microSD.

Ele roda Windows 10 S, versão que só executa aplicativos da Microsoft Store, mas é possível atualizá-lo gratuitamente para o Windows 10 Pro. De um jeito ou de outro, é possível rodar programas x86.

Graças ao processador, o Miix 680 pode permanecer conectado ao Wi-Fi e, opcionalmente, 4G (com um eSIM integrado) mesmo em standby, sincronizando conteúdo e trazendo notificações.

A câmera frontal de 5 megapixels faz reconhecimento facial para login sem senha através do Windows Hello. Enquanto isso, a câmera traseira tem 13 megapixels.

O corpo de metal tem 15,6 mm de espessura e pesa 1,33 kg. Há apenas uma porta USB-C na lateral direita, e uma entrada para fone de ouvido na lateral esquerda. O teclado é destacável — este dispositivo é dois-em-um — e vem com uma kickstand embutida, e com um suporte para a Lenovo Pen.

O Lenovo Miix 630 será lançado no segundo trimestre custando a partir de US$ 800, já com o teclado e a caneta.

Com informações: Lenovo, Windows Central, The Verge.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados