Onyx Boox prepara chegada ao Brasil com tablets e-ink

Empresa chinesa já conta com armazém no estado de São Paulo e promete bom serviço de pós-venda. Tablets e e-readers da marca rodam Android.

Giovanni Santa Rosa
Por
Onyx Boox Note Air3 C
Note Air3 C pode ser usado com caneta stylus ou teclado (Imagem: Divulgação / Onyx Boox)

A empresa chinesa Onyx Boox chegará ao Brasil ainda em 2024, segundo reportagem do site PublishNews. A marca tem foco em telas e-ink, com e-readers, tablets e até monitores com a tecnologia e opções em preto e branco e coloridas.

De acordo com a publicação, a Onyx Boox já conta com um armazém em São Bernardo do Campo para alguns de seus produtos. Para os demais, seu site direciona os consumidores à loja oficial no AliExpress. No site nacional, a companhia tem um portfólio bastante variado. A lista inclui, entre outros produtos:

  • o e-reader Palma, com formato de smartphone e tela e-ink em preto e branco, com preço sugerido de R$ 1.899,99;
  • o tablet Tab Ultra C Pro, com e-ink colorida, Android 12 e processador Qualcomm, com preço sugerido de R$ 5.299,99;
  • o e-reader Poke 5, com formato mais tradicional, parecido com um Amazon Kindle, por R$ 1.299,99.
Onyx Bookx Tab Ultra C Pro
Tab Ultra C Pro roda Android e tem processador Qualcomm (Imagem: Divulgação / Onyx Boox)

Importação e pós-venda

Todos os aparelhos são baseados em Android, o que significa que dá para instalar novos apps, o que é praticamente impossível em um Kindle. Por outro lado, os aparelhos são classificados como tablets, o que retira as isenções fiscais que eles teriam caso fossem considerados e-readers.

Em entrevista ao PublishNews, Qunbo Bobby Guan, representante da empresa no Brasil, disse que os produtos estão sendo enviados para os laboratórios o mais rápido possível, para que possam ser homologados junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O Tecnoblog pesquisou os sistemas da agência e encontrou dois aparelhos, que foram homologados em janeiro deste ano.

Onyx Boox Poke 5
Poke 5 tem formato parecido com Kindle, mas roda Android (Imagem: Divulgação / Onyx Boox)

Quanto ao pós-venda, ele diz que a Onyx Boox oferece garantia e troca em caso de defeito. Peças como telas já têm estoque local, e a empresa vai reunir aparelhos que não possam ser consertados no Brasil para enviá-los à China e executar o serviço.

Onyx Boox tem poucos concorrentes no Brasil

Atualmente, o Amazon Kindle é o principal gadget com tela e-ink no mercado brasileiro. Ele até teve concorrentes no mercado de leitores digitais, como o Saraiva Lev e o Rakuten Kobo (em parceria com a Livraria Cultura), mas estes dois não estão mais disponíveis oficialmente no país.

Do lado dos tablets, praticamente não há presença nacional. O que mais se aproxima é a linha Nxtpaper, da TCL. Ela não usa e-ink, e sim LCD e acabamento fosco, para dar a sensação de que você está lendo uma folha de papel.

Com informações: PublishNews

Relacionados