Pixel Fold dá problema na tela logo no primeiro dia, dizem compradores

Segundo relatos de quem testou ou comprou, tela para de funcionar, faixa rosa brilhante surge no display e área da dobradiça fica descascada com pouco tempo de uso

Giovanni Santa Rosa
Por
• Atualizado há 7 meses
Pixel Fold é o novo smartphone dobrável do Google
Pixel Fold é o novo smartphone dobrável do Google (Imagem: Divulgação / Google)

O Pixel Fold foi anunciado no último Google I/O e começou a chegar aos consumidores nesta terça-feira (27). As primeiras impressões, no entanto, não são boas: vários compradores e jornalistas disseram que a tela dobrável do aparelho mal chegou e já quebrou ou apresentou defeito.

O primeiro relato veio do jornalista Ron Amadeo, do Ars Technica. A tela do Pixel Fold parou de funcionar sem uma explicação clara.

A resposta mais provável é que um pouco de poeira ficou presa entre o protetor de tela e a borda do aparelho. Ao fechar o aparelho, isso deve ter quebrado o display.

O caso é semelhante com o de um comprador do Pixel Fold. No Reddit, ele disse que notou pequenos buracos nessa área do aparelho, entre a película e moldura. A tela, porém, continua funcionando.

O protetor de tela parece ser mesmo um problema: também no Reddit, outro dono diz que o que a película está descascando na área da dobra, que parecem riscos. Ele conta que notou o problema após abrir o celular apenas três vezes.

Em alguns casos, o problema não está na proteção, mas no funcionamento. Um terceiro dono de Pixel Fold conta que a tela interna ficou com uma linha rosa brilhante depois de apenas algumas horas de uso.

Aparentemente, todos esses problemas são cobertos pela garantia. Além disso, o Google deve lançar um kit para consertar o aparelho, em parceria com a iFixit.

Pixel Fold ainda não está pronto, segundo reviews

Como nota o Verge, o Google Pixel Fold não é o único aparelho dobrável a apresentar fragilidade.

Os foldables da Samsung — Galaxy Z Flip e Galaxy Z Fold — melhoraram muito ao longo dos anos, mas os donos ainda sofrem com películas descolando, telas que quebram na dobra e defeitos nas dobradiças.

Aliás, em 2019, o Tecnoblog publicou um texto com título muito parecido ao deste, mas sobre o primeiro Galaxy Fold, que tinha problemas no display.

Este é o primeiro smartphone dobrável do Google, e ainda enfrenta os problemas de ser uma linha nova de produtos. Ele parece ter aprendido com os erros de Samsung e Motorola, mas ainda vai precisar de aperfeiçoamentos.

De acordo com quem testou, ele ainda não está maduro: os recursos de multitarefas ainda deixam a desejar, e faltam ideias realmente novas para usar todo o espaço da tela dobrável.

Por outro lado, a tela externa é maior que a da linha Z Fold, que é um pouco mais estreita que um smartphone normal, o que mereceu elogios.

Com informações: The Verge

Relacionados