Por que o WhatsApp está passando por uma semana difícil

Aplicativo muda de layout no Android e realiza mais banimento de usuários. Empresa recomenda o uso do app oficial para smartphone.

Thássius Veloso
Por
Print do WhatsApp
WhatsApp muda posição dos status em novo visual para Android (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Principal app de mensagens do país, o WhatsApp está passando por uma semana difícil, repleta de críticas dos usuários. Eles se queixam de mudanças um tanto quanto silenciosas na plataforma. E por falar em silêncio: a Meta se mantém reticente quando perguntada sobre os assuntos.

As tretas envolvem desde uma alteração na cor do app até as críticas vocais do influenciador Felipe Neto, conforme você verá nas linhas a seguir.

Problema nº 1: a mudança de layout

O WhatsApp para Android começou a receber um novo visual na última terça-feira (dia 19/03). Ele já estava em teste para os usuários do aplicativo beta, mas agora chega para um número bem maior de pessoas.

O leitor Gildenilson Silveira comentou comigo: “Lá vou eu aguentar reclamação de mainha porque mudou algo no WhatsApp”. De fato, este é um dos grandes gargalos quando um programa da importância do WhatsApp realiza qualquer modificação. Leva tempo até os adeptos da plataforma se tocarem de que as funções podem estar em locais diferentes.

O aplicativo até avisa de que teve uma alteração de layout – ponto positivo para seus criadores, a meu ver. Não é possível desfazer a mudança. No entanto, algumas pessoas disseram que o app perdeu o aspecto preponderantemente branco depois de alguns dias.

Problema nº 2: usuários banidos do WhatsApp

O apresentador de vídeos e empresário Felipe Neto voltou a colocar os holofotes no problema de contas banidas do WhatsApp, conforme nós noticiamos na semana passada. Ele relatou que o aplicativo mudou de cor (de azul/vermelho para verde).

Tal qual alguns leitores do Tecnoblog, Neto disse que “nunca usei aquelas versões alternativas de WhatsApp, nunca instalei nada de diferente, é só o app mesmo, padrão”. A postagem no X/Twitter contabiliza quase 600 comentários nesta manhã de quinta-feira (dia 21/03) e beira as 800 mil visualizações.

Ele não está sozinho nesta. Os funcionários do estúdio de games Quasares, de Ribeirão Preto (SP), ainda passam por sérias dificuldades depois que o perfil no WhatsApp Business foi banido. O aviso é aquele que já conhecemos: “Use o app oficial do WhatsApp para acessar sua conta”.

Print do WhatsApp
Aviso de “Mude para o WhatsApp” aparece no topo do aplicativo (Imagem: Reprodução/Wesley Lacerda)

O diretor da empresa, Chrisopher Adrian, me contou que tentou falar com o suporte do WhatsApp no email support@support.whatsapp.com, mas recebeu um texto padrão que não ajudou muita coisa. Ele ficou sem contato com investidores e alega ter sofrido um prejuízo “catastrófico”. Por que ele não continuou com as tratativas por outros canais, como o email? Esta foi a minha curiosidade. Adrian explicou que não tinha os endereços de todos os envolvidos, mas os números de telefone sim.

Por ora não se sabe se Felipe Neto conseguiu solucionar a questão. O Quasares continua sem acesso à plataforma.

O que diz o WhatsApp

A equipe de comunicação do WhatsApp se limita a recomendar que os usuários baixem os apps oficiais para Android ou iPhone (iOS). Seus representantes não reconhecer o banimento em massa de usuários da plataforma.

Enquanto isso, crescem as buscas por WhatsApp Aero e WhatsApp GB na internet. São duas versões alternativas com recursos adicionais de WhatsApp. Elas prometem dizer revelar quando foi a última vez que os contatos estiveram online. Aqui vale reforçar o apelo da Meta: não faça o download nem instale este tipo de programa. Você corre o risco de ser chutado da plataforma (merecidamente, se levar os termos de uso ao pé da letra).

Receba mais sobre WhatsApp na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Também atua como comentarista da GloboNews, palestrante, mediador e apresentador de eventos. Tem passagem pela CBN e pelo TechTudo. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Canal Exclusivo

Relacionados