TikTok: europeus poderão desativar o algoritmo da plataforma

Novidade será exclusiva para integrantes da União Europeia; comunidade de países aprovou legislação que levará a mais mudanças de privacidade nas redes sociais

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 9 meses
TikTok
TikTok anuncia função de desativar algoritmo de recomendação, mas só na Europa (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Os usuários de TikTok na Europa ganharão um recurso “exclusivo”: a opção de ativar ou não o algoritmo da plataforma para receber conteúdo personalizado. A “ferramenta” é resultado da aprovação do Ato de Serviços Digitais (DSA, em inglês), uma nova legislação da União Europeia (UE) sobre segurança e privacidade digital. A DSA é válida para os 27 países membros do bloco político-econômico.

Ao desativar a função de recomendação via algoritmo do TikTok, a rede social “desaprende” o gosto do usuário. No lugar de vídeos que a plataforma entende como “gosto do usuário”, o Para Você exibirá populares baseados no lugar onde a pessoa mora e outros conteúdos de todo o mundo. Esta informação foi divulgada pelo próprio TikTok em sua página de imprensa.

Recentemente, o TikTok lançou uma ferramenta para resetar o algoritmo, permitindo que o usuário comece “do zero” o uso da plataforma e as recomendações sejam “renovadas”.

Ferramenta de desativar algoritmo chega no fim de agosto

Conforme revelou a rede social em seu site, o recurso de “desligar” o algoritmo será liberado até o dia 28 de agosto. A data é o limite publicado no DSA para que as plataformas digitais se adequem a legislação da UE. No entanto, o TikTok não deu nem mesmo uma previsão sobre quando realmente entregará a função.

A rede social de vídeos curtos informou ainda que usuários cujas idades sejam de 13 à 17 anos não receberão mais propagandas personalizadas, que se baseia em atividades externas ao uso da plataforma.

TikTok
TikTok anunciou que jovens de 13 à 17 anos não receberão propagandas personalizadas (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Lembrando: o TikTok permite que os seus “clientes” ativem ou desativem a função de anúncios personalizados, inclusive a que rastreia suas atividades externas. Essa opção está disponível nas configurações da conta, no menu “Anúncios”.

Outras redes sociais terão que fazer mudanças

Além do TikTok, as redes sociais da Meta, do Google, Twitter/X, Amazon e mais uma dezena de outras plataformas que atuam na Europa terão que realizar mudanças em seus serviços. A principal novidade do Ato de Serviços Digitais é que essas empresas terão que ser mais transparentes sobre seus algoritmos — e mais ágeis na remoção de conteúdos “problemáticos”.

Com informações: The Verge (1 e 2)

Receba mais sobre TikTok na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Relacionados