Satya Nadella

Artigos de Satya Nadella

CEO da Microsoft: tentativa de compra do TikTok foi “a coisa mais estranha”

às 12h17 por

Satya Nadella, CEO da Microsoft, assumiu o posto em 2014 e desde então já supervisionou algumas das aquisições mais importantes da empresa, como a compra da Mojang, desenvolvedora do game Minecraft, e da rede social LinkedIn. Mas o diretor-executivo disse em um evento na segunda-feira (27) que nada foi mais estranho que a tentativa de compra do TikTok. A companhia chinesa procurou a Microsoft para um possível acordo, em meio à pressão do governo Trump para excluir o app chinês dos EUA.

Tecnocast 200 – A Microsoft que ninguém esperava

às 15h23 por

No que você pensa quando ouve o nome Microsoft? Numa empresa dinâmica, preocupada em estar onde o usuário está, aberta à inovação e com foco em serviços? Anos atrás, a companhia criada por Bill Gates e administrada por Steve Ballmer não seria associada a nada disso. Sob o comando de Satya Nadella, no entanto, as coisas mudaram, tanto em termos de cultura interna quanto de modelos de negócios.No episódio de hoje, analisamos a trajetória da Microsoft nos últimos sete anos e a guinada da empresa de uma lógica de venda de produtos para assinatura de

CEO da Microsoft, Satya Nadella, é eleito presidente do conselho da empresa

às 14h20 por

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (17) que o CEO Satya Nadella foi eleito como presidente da empresa. A escolha para um diretor executivo ocupar estes dois cargos ao mesmo tempo dentro da gigante do software não acontece desde a saída de Bill Gates, 21 anos atrás. Windows 10 deixará de receber suporte da Microsoft em 2025 Windows 11 se inspira no Windows 10

Tecnocast 086 – O declínio do Windows

às 20h14 por

Até pouco tempo atrás, era difícil pensar em Microsoft sem associar a palavra Windows. Ele era o centro de tudo e todo o ecossistema era desenvolvido pensando no sistema que deu origem à empresa. Mas as coisas estão mudando! E a última carta de Satya Nadella a seus funcionários deixa aquele gostinho de que o Windows está sendo colocado de lado. Pelo menos na estratégia de negócios, o foco é nos serviços, que agora estão presentes até nas plataformas de suas concorrentes: Apple e Google.

Bill Gates deixou Windows Phone para usar um Android

às 15h27 por

O Windows em smartphones ainda existe, mas com um alcance extremamente limitado. Ele corresponde a apenas 0,3% do mercado; e praticamente não esteve em lançamentos do último ano, nem mesmo da Microsoft. Então não é surpresa que o próprio Bill Gates tenha deixado o Windows Phone. Em entrevista à Fox News no domingo (24), ele disse: "na verdade eu migrei p

Microsoft demitirá 3 mil funcionários no mundo todo

às 14h48 por

A Microsoft confirmou, nesta quarta-feira (6), os rumores que surgiram nos últimos dias a respeito de um plano de demissão em massa. A decisão faz parte de uma série de reestruturações internas que vêm sendo promovidas desde que Satya Nadella assumiu as rédeas da companhia. Cerca de 3 mil postos de trabalho deverão ser eliminados. Embora o número de demissões seja significativo, a Microsoft não visa unicamente reduzir custos com a medida. A companhia explica que a decisão é efeito de uma mudança na forma como as vendas serão realizadas: a partir de agora, haverá mais foco n

Tecnocast 017 – A nova Microsoft

às 22h20 por

Se houve uma empresa de tecnologia que mudou drasticamente nos últimos meses, esta empresa é a Microsoft. Sob nova direção desde fevereiro de 2014, a gigante do software está reformulando sua estratégia de negócios e fazendo coisas que, há alguns anos, ninguém imaginaria vindo de uma corporação poderosa, monopolista, imperialista e do mal. Um dos grandes responsáveis por essa transformação da Microsoft é Satya Nad

Eu nunca vi a Microsoft tão bem como agora

às 15h08 por

Há um ano, na tarde de 4 de fevereiro de 2014, a Microsoft anunciava o nome do terceiro CEO da história da empresa, depois dos veteranos Bill Gates e Steve Ballmer. O novo comandante era Satya Nadella, um indiano desconhecido do grande público que vinha de uma divisão da Microsoft que estava dando certo — até então, ele coma