Início » Aplicativos e Software » Esta é a nova interface do Android

Esta é a nova interface do Android

Google mostra um pouco do que está por vir na nova versão do Android.
Desempenho, bateria e notificações são as principais novidades do Android L.

Paulo Higa Por

google-android-l

O Google está apresentando hoje, durante o Google I/O, algumas novidades que estarão disponíveis na próxima versão do Android. Chamado apenas de “L”, o novo Android traz uma interface totalmente renovada, baseada em uma iniciativa chamada Material Design, que será adotada também no Chrome OS e na web. Além das mudanças visuais, há melhorias nas notificações e no desempenho.

Notificações

android-l-notificacoes

As notificações são exibidas diretamente na tela de bloqueio em um estilo parecido com os cards do Google Now. Você pode interagir com as notificações ali mesmo, e rolar a tela para visualizar o resto. De acordo com o Google, o sistema de notificações agora analisa o comportamento do usuário para exibir apenas os alertas realmente interessantes.

E há um novo tipo de notificação: se você estiver jogando e receber um convite para participar de uma chamada em vídeo, por exemplo, a notificação aparecerá no topo da tela e poderá ser eliminada facilmente com um gesto, para que ela não atrapalhe sua jogatina. Funciona de maneira parecida com a notificação em “banner” do iOS.

android-l-notificacoes-tela-cheia

Desempenho

Por padrão, as versões atuais do Android usam a máquina virtual Dalvik para executar aplicativos. No Android L, esses aplicativos rodarão exclusivamente no Android Runtime (ART). Na prática, isso significa que o desempenho irá melhorar bastante: o Google afirma que, mesmo sem modificações no código, a performance pode até dobrar. O gerenciamento de RAM também ficou mais eficiente.

desempenho-art

O ART foi desenvolvido do zero para funcionar em dispositivos com arquitetura ARM, x86 ou MIPS. Além disso, ele suporta instruções de 64 bits, abrindo caminho para chips como o Snapdragon 810, o poderoso da Qualcomm que estará disponível nos smartphones e tablets topo de linha lançados a partir de 2015.

Há ainda otimizações para jogos. A ideia do Google é acabar com a diferença existente entre os gráficos de PCs e os gráficos de dispositivos móveis. Embora haja uma grande diferença entre uma placa de vídeo enorme e uma GPU minúscula dentro de um smartphone, o Google lembra que essa desvantagem está diminuindo cada vez mais.

Bateria

Depois do Project Butter, que melhorou o desempenho do Android a partir do Jelly Bean, o Google começou a trabalhar no Project Volta. Agora, a intenção é melhorar a duração da bateria dos dispositivos. Para os desenvolvedores, o Google vai disponibilizar ferramentas para que eles descubram quais recursos de seus aplicativos estão gastando mais energia e possam otimizá-los mais facilmente.

android-l-economia-bateria

Para os usuários, há um modo de economia de energia. Quando ativado, a taxa de atualização da tela, a frequência do processador e o acesso a dados passa a ser menor. O Battery Saver pode ser ativado automaticamente quando a bateria atingir um nível determinado pelo usuário. Diz o Google que, no Nexus 5, esse recurso é capaz de aumentar a autonomia em até 90 minutos no dia. Não há milagre, mas qualquer minuto adicional é válido.

Interface

O Android ganhará a maior mudança na interface desde o Ice Cream Sandwich. Nós publicaremos um texto mais detalhado em breve só para falar do Material Design. Enquanto isso, fique com algumas imagens do que o Google já mostrou:

android-l-teclado

google-android-l-gmail

android-l-multitarefa

android-l-discador

Quando chega?

O Google ainda não disse quando a versão final do Android L começará a chegar ao público. A partir de amanhã, os proprietários do Nexus 5 e Nexus 7 poderão instalar uma versão de desenvolvimento. O Android L ainda é apenas uma prévia, logo, podemos esperar por mais novidades nos próximos meses.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Anderson Silva
Os travamentos eram frequentes no Android 2.3/4.0. Eu tinha um Xperia Play com 512 de RAM e 1Ghz single core que rodava o Android 4.2.2 liso. Seria o mesmo que falar do Windows Phone 7.
Raul Barauna
moto g são tops não travam e a bateria parece render mais que os demais ,porem o i.o.s ainda e mais estável quanto o wphone.
Raul Barauna
sem duvida o nexus e o smartphone feito para o android porem essa nova interface com fotos arrendodas e o banner parece com o ios .
Rafael Roland
Cópia descarada do iOS 7!!! Rs
Fer
O Project Butter não melhorou o desempenho do Android no Jelly Bean, muito pelo contrario. O objetivo dele foi deixar as animações mais suaves (desde que o hardware as aguentasse, mas o "suave" acaba sendo interpretado como "mais leve"). Dai surgiu o Project Svelte, com o objetivo de eliminar esse peso que o Jelly Bean adicionou.
Eduardo Simon
Concordo mano sou usuário do WP, mas também concordo com o pessoal que usa Android puro ou mais puro tipo moto X a culpa da má fama do Android e das que o modificam eu tinha um Razr i o foi um dos melhores smarts que já tive.
Eduardo Schultz
nexus 4 eh antigo demais.
Bernardo Monteiro
Felipe Moraes Apesar de você não ter reclamado, peço desculpa pelo meu "tom" no comentário anterior. Li um monte de besteiras e acabei descontando em você. Sobre o ângulo de visão sim, há realmente perda quando inclina-se a tela, porém, para mim não me atrapalha, pois quando a tela está voltada para os meus olhos a imagem é impecável, com profundidade, equilíbrio de cores perfeito e em FullHD 1080P que é bem superior a todos os iPhones(e o meu aparelho já foi lançado há dois anos). E já vi pessoas com iPhone comprarem películas para restringirem o ângulo ter privacidade já que em qualquer ângulo se pode ver. Enfim, vai do gosto de cada um. Mas as telas da nova série de celulares é Full HD IPS e a Sony conta com o melhor equilíbrio de cores do mercado. A Samsung por exemplo possui o branco azulado( a apple é bem fiel também). Eu de modo geral considero a Sony uma marca fantástica com alguma ressalvas a principalmente inércia e conservadorismo que a marca se colocou por pouco mais de 10 anos. Aparelhos de som são os melhores com toda a certeza; Video game é o melhor (PS4); TV, tratando-se de imagem idem, só perde em aplicativos para Samsung e LG. Smartphones de 1 ano e meio pra cá me conquistaram pela tela e pela câmera. Em desempenho há outros superiores, mas no que eu prezo, que é câmera, tela e som ela me satisfaz melhor do que outras marcas. Sou bem exigente e faço uso de outros aparelhos da mesma categoria e assim tomo minha opinião. E claro que a minha percepção não é obrigatoriamente a sua ou de outrem. As pessoas pensam diferente e cabe a mim respeitá-las mas expondo o meu ponto de vista. Para finalizar, sobre computadores e notebooks voltados para edição e criação de vídeo e imagens concordo com você, não tem coisa melhor que um Apple poderoso. Porém já vi em grandes agências máquinas Alienware com monitores 4K que me impressionaram imensamente. Enfim, nada é absoluto e para sempre. Abraço.
Lucas Unser
Android ficou com o nome sujo por culpa da Samsung que fez todo mundo achar que tinham os melhores aparelhos.
Maico Andrade
Disse isso pq a google publicou tal informação: https://support.google.com/nexus/answer/4457705?hl=en "Devices may not receive the latest version of Android if they fall outside of the update window, traditionally around 18 months after a device release." Mas vai q... seria mt bom! :)
Marcelo Querubim
nexus 4 rodando lisinho...
Andrey Hausmann
Weeee
sb.onofre
Lucas, tenho e uso android desde 2012, nunca tive problemas com travas. Acho que seu problema é memória Ram. Meu Nexus 4 nunca travou ele é perfeito nas coisas que eu preciso. Pouca memória e aplicativos pesados, você terá muitas travas mesmo.
Diego Ferreira
calma pessoal, vamo falar de coisa boa? vamo falar de tek... digo Moto G hehe o meu nunca travou nem em jogos como Batman The Dark Knight Rises q eh um dos mais pesados então cuidado antes de falar mal do sistema
Henrique Mard
João Victor Medeiros Cara, desculpe mas primeiramente eu me recuso a acreditar que alguém seja fanboy de Windows Phone, e segundo, eu trabalho diariamente com aparelhos Android de todos as especificações, e sim, dependendo da quantidade de apps instalados e em segundo plano, o Android trava, isso se deve ao seu gerenciamento de processos. Que diferente do Windows Phone e iOS, não impõe limites.
Exibir mais comentários