A operadora de telefonia Intelig (lembram dela?) passou a oferecer essa semana um serviço até então pouco utilizado no Brasil: banda larga via rede elétrica. Ele utiliza a tecnologia BPL, que permite que os sinais de dados sejam transmitidos ao mesmo tempo que os elétrons da rede elétrica, sem interferência (eu simpliquei bastante a explicação, mas você pode ler aqui os detalhes).

De acordo com a companhia, o serviço é oferecido em parceria com a Eletropaulo e oferecerá velocidades de 5, 10 e até 15mbps, alem de uma linha de telefone fixo. Por enquanto, ele só esta disponível na cidade de São Paulo nos bairros Moema, Jardins e Pinheiros, mais especificamente em 350 prédios da região. A conexão será feita via cabo óptico até os prédios e daí ligado à rede de distribuição elétrica já presente.

Toda essa tecnologia, no entanto, não sai barato. No plano que fornece apenas Internet, os preços paras as velocidades de 5, 10 e 15 mpbs são, respectivamente, R$ 149,90, R$ 174,90 e R$ 199,00. Em cima disso, é cobrada uma taxa de instalação de R$ 420,26. Há uma promoção, no entanto, de plano de internet com velocidade de 10mpbs mais telefone fixo que custa R$ 74,90 por mês nos 12 primeiros meses e, nesse caso, não é cobrada uma taxa de instalação. Em ambos os casos o modem é oferecido gratuitamente em regime de comodato e não há limite de banda em nenhum dos planos (Net Virtua, aprenda!).

Se você for um dos moradores desses bairros e contratar o serviço, nós adoraríamos ler sobre a sua experiência. Mande um email para [email protected] ou comente nesse post. 😉

[Com informações do Estadão]

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Virgilio Costa Carneiro
com certeza não, né? aqui é a lei do Gerson, Se lembra? Te vendo 100 e te entrego 80 pq o governo brasileiro (imbecil) permite.
Anderson Araujo
Está caro ainda. Não confio nessas promoções "leve por X tempo por tanto" e depois da dependência lhe enfiam um estilete na barriga. Dá um gosto amargo assinar algo assim.
Rafael Olah
Sobre o comentário (Net Virtua, aprenda!). Apesar da telefônica não colocar em contrato eles tem "limite" os sites mais acessados programas P2P tudo se consumir muito eles bloqueiam. Inclusive uma amigo que trabalha com bancos teve um problema desses onde eles tinham um link e mesmo com o link a telefônica estava bloqueando o trafego. A empresa ligou falou com a telefônica que negou a existência de tal equipamento que bloqueia a conexão. A empresa por sua vez mandou levantar todos os dados dês de quando o problema havia começado os picos e os sites e encaminhou todo o material para a telefônica. No outro dia o link deles estava funcionando como deveria, eu conheço um dos responsáveis da net e ele me disse que a Net Virtua também possui essa tecnologia se o usuário precisar de mais ele pode simplesmente assinar um Fiber to Home.
Hernani
Na prática é ímpossivel garantir 100%, se não me engano o máximo é 80%, nunca o valor chega a 100, mesmo que eles quisessem, para tentar se aproximar desse número teriam de ter tipo um datacenter e infra do Google.
Hernani
Pode não ter barateado, mas o link é maior e se a qualidade for estavel já está de bom tamanho
Alexandre
poxa, nem sabia que sinal de internet tinha como correr pela rede eletrica. melhor, quanto mais concorrencia, menores precos e melhor o servico (supostamente)
TuxBR
Os preços ainda são salgados e a disponibilidade é bem restrita, mas não deixa de ser uma ótima notícia!!! Concorrência, TREMÃO! Agora só falta a Vivendi trazer a GVT para São Paulo e, se tudo der certo, a NTT DoCoMo entrar no nosso mercado também!!!
Rafael Cruz
Esta notícia muito me deixa animado. Nao considerei os valores tão altos em se tratando da velocidade e da novidade que é a conexão via rede elétrica. E como a tendência são os preços abaixarem, a perspectiva para este serviço me parece ser muito boa!
Wesley
Pera, vai ser caro assim e ainda só em prédios? Quer dizer, se for pra instalar em residências o preço triplica? Continuo com o caro Speedy.
Lucas Pereira
Sabe se eles entregarão 100% da velocidade, ou será a mesma palhaçada de sempre?
Muniz
Realmente essa tecnologia barateou muito o preço, como prometeram. NOT!