Início » Mobile » O Android Pay está mais próximo de chegar ao Brasil

O Android Pay está mais próximo de chegar ao Brasil

Por
1 ano e meio atrás

Pagar compras com o smartphone é uma realidade distante para a maioria dos brasileiros. O Samsung Pay já atua no país, mas a quantidade de bancos e cartões participantes ainda não é grande. O Android Pay pode mudar isso, e está dando seus primeiros passos no Brasil.

Clientes do banco Neon já podem cadastrar o cartão no app do Android Pay, e chegar bem próximo de usá-lo. O leitor Felipe Avelar deu a dica de que isso era possível, e o Tecnoblog confirmou o processo.

O app do Android Pay não está disponível para download na Play Store brasileira, mas pode ser baixado por outros meios. Feito isso, basta inserir os dados do cartão Neon, e vão aparecer os termos e condições do banco.

Então, surgem as mensagens “Entrando em contato com o banco…” e “O banco está verificando seu cartão…”. Você é convidado a configurar uma senha para o dispositivo (se já não tiver feito isso antes).

Depois, é preciso verificar o cartão realizando uma cobrança temporária — essa parte não funcionou nem para o Felipe, nem para nós.

Ainda assim, é mais do que podemos dizer sobre outros emissores. Testamos cartões do Itaú, Bradesco, Original, Inter (antes Intermedium) e Nubank; para todos eles, o app emitiu a mesma mensagem de erro: “Este cartão não pode ser usado com o Android Pay”.

O banco Neon diz ao Tecnoblog que isso “ainda não está disponível para uso e o serviço não chegou ao Brasil; traremos novidades em breve”. O Google, por sua vez, preferiu não comentar.

O Google anunciou que o Android Pay será lançado no Brasil até o final do ano. Os primeiros parceiros serão o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Porto Seguro, nas bandeiras Visa, Mastercard e Elo.

Para pagamentos em lojas, o Android Pay exige dispositivos rodando Android 4.4 KitKat ou superior, sem root, com NFC e HCE (Host Card Emulation). Não é necessário ter leitor de digitais. A maquininha também precisa ter suporte a NFC; felizmente, a maioria dos terminais no Brasil já é compatível.

Atualizado em 15/08