Início » Internet » O que as crianças buscam na Internet?

O que as crianças buscam na Internet?

Relatório NetKids revela o que os baixinhos fazem online e o que pesquisam no Google

Melissa Cruz Cossetti Por
1 ano atrás

Crianças usam a Internet, nos computadores de casa e do colégio, nos celulares e também nos tablets. Elas, que já nasceram em um mundo conectado, estão completamente em casa no espaço digital. O mercado de produtos e aplicativos infantis é vasto, incluindo recursos de controle de pais e bloqueio de sites inadequados.

Entretanto, a segurança das crianças na Internet não diz respeito apenas aos pais entenderem os conceitos de segurança digital, como também de explicá-los aos filhos.

Criança no laptop

A Kaspersky conduziu uma análise de dados anônimos, obtidos por meio do seu aplicativo de controle de pais, o Kaspersky Safe Kids, sobre as atividades das crianças online. O levantamento revela, entre outras informações, um tema que deixa pais e mães com uma pulga atrás da orelha. Afinal, o que as crianças acessam na Internet?

Categorias de sites mais populares entre crianças: social

As categorias de sites mais populares globalmente (em inglês) entre as crianças são:

  • recursos de comunicação online (59,68%);
  • software/áudio/vídeo (22,4%);
  • álcool/tabaco/narcóticos (6,32%);
  • jogos para computador (4,99%);
  • comércio eletrônico (2,83%);
  • recursos de notícias (0,92%);
  • conteúdo adulto (0,74%);
  • outros (2,13%).

*São considerados todos os sites acessados, não apenas via buscadores.

Nos últimos dois anos, a parcela de visitas a sites com conteúdo adulto tem sido  inferior a 2%, de acordo com pesquisadores. Acessos a narcóticos também vem caindo.

Temas dos termos de busca mais populares entre crianças: youtubers

A atividade de pesquisa das crianças pode ser o melhor indicador de seus interesses já que é uma ação proativa e, quase sempre, diária. O controle de pais da empresa de antivírus filtra as consultas em cinco sites de busca: Bing (Microsoft), Google, Mail.ru, Yahoo! e Yandex e protege resultados de seis tópicos potencialmente perigosos: conteúdo adulto (sexo), álcool, narcóticos (drogas), tabaco, racismo e palavrões.

De acordo com a empresa, as buscas feitas por menores foram organizadas por idioma. As estatísticas para inglês, porém, são consideradas internacionais "devido à sua prevalência". O levantamento usa dados do período de novembro de 2017 a maio de 2018 e foram divididas em categorias: jogos de computador, música, vídeo, animes, compras, pornografia, comunicação online, educação, esporte, tradutores e outros.

O tópico de pesquisa online mais popular para crianças no mundo é "vídeo", com uma participação de 17,25% nas buscas (isso inclui consultas relacionadas a conteúdo, serviços de streaming como Netflix, YouTube e youtubers, blogs, séries e filmes).

busca-kids-report-2018

  • Vídeo (17,25%);
  • Tradutor Online (13,58%);
  • Comunicação Online (9,88%);
  • Jogos para Computador (9,09%);
  • Conteúdo Adulto (8,59%);
  • Educação (4,86%);
  • Música (3,78%);
  • Esportes (3,69%);
  • Compras (2,4%);
  • Anime (0,89%);
  • Outros temas variados (26,8%).

10 curiosidades no Brasil:
Anitta, Tumblr, Mercado Livre e tradutor

  1. O Brasil fica em 5º no total de crianças que preferem usar computadores para visitar sites de redes sociais e versões para desktop de mensagens instantâneas;
  2. O Brasil fica em 9º em crianças que buscam por álcool, tabaco e narcóticos;
  3. Crianças de língua portuguesa se interessam por fotos no Tumblr e no Facebook;
  4. O Brasil fica em 10º na categoria de jogos de computador (que abrange não apenas sites de jogos para PC, mas todos os sites relacionados à indústria);
  5. Na língua portuguesa, os artistas mais populares são: Anitta, MC Kevinho e Ozuna.
  6. O Brasil ocupa a 11º posição na categoria que mede o interesse em e-commerce;
  7. As consultas mais populares em português foram para as lojas online Mercado Livre e Casas Bahia; em inglês as três principais foram Amazon, Ebay e Aliexpress;
  8. O conteúdo pornográfico online continua a interessar crianças, mas em menor grau do que os jogos de PC, música, vídeo e redes sociais (onde não há escassez de pornografia). O Brasil fica em 10º no ranking de buscas por conteúdo adulto;
  9. "Tradutores" são 13,59% de todas as buscas de crianças em todo o mundo ao longo do ano. Nas buscas associadas à categoria educação, o Brasil é o 3º.
  10. O esporte mais popular entre as crianças é o futebol e, o Brasil fica em 4º lugar para buscas de times e assuntos relacionados a esportes, equipes e jogos.

O estudo completo mostra a variação dos temas que mais interessam às crianças por região e também por idioma. Nos países árabes e na América Latina, as crianças preferem acessar as redes sociais e usar mensagens instantâneas, enquanto na América do Norte e na Europa Ocidental esses indicadores são os mais baixos do mundo.

Tradicionalmente, o tema “software, áudio e vídeo” é mais popular na Ásia e as crianças asiáticas visitam sites adultos com mais frequência e são as que mais se interessam por compras. Ainda segundo o estudo, a geração mais jovem está menos inclinada a visitar redes sociais usando computadores, e preferindo dispositivos móveis, como celulares.

Apesar do controle parental estar instalado nos dispositivos, as crianças fazem pouco para esconder seus interesses e usam a Internet não só para se divertir, mas também para estudar. Quanto aos pais, a informação e o conhecimento sobre o que o filho está buscando podem ser usados ​​para construir um diálogo sobre esses mesmos temas.