Início » Gadgets » J4, J5, J6, J7, J8 e Pro, Prime, Neo: entenda a linha Samsung Galaxy J

J4, J5, J6, J7, J8 e Pro, Prime, Neo: entenda a linha Samsung Galaxy J

Em média, um Galaxy J é lançado a cada 2 meses e meio. Como saber qual modelo comprar dentro de tantas opções?

Jean Prado Por
1 ano atrás

Você sabe explicar a diferença de cada modelo da linha Galaxy J, da Samsung? Levantamos que, em média, há um novo lançamento a cada 2 meses e meio. Em uma rápida pesquisa no site da fabricante, encontramos 21 resultados para a linha J — isso porque o novíssimo Galaxy J8 ainda nem foi incluso. Como saber qual modelo comprar dentro de tantas opções?

Samsung Galaxy J7 Pro

Claro, nem todos os modelos que estão lá ainda são vendidos oficialmente. Eles já foram descontinuados, mas é comum encontrá-los em queimas de estoque ou no MercadoLivre ou OLX. Por isso, criamos este guia para separar o que é novidade, o que não recebeu novas versões no último ano e como diferenciar os modelos sem entrar nas especificações técnicas.

Pro, Prime, Neo, Duo, Metal: o que significa?

Antes de entrar nos modelos que existem, é importante saber o que cada nomenclatura significa: Pro, Prime, Neo, Duo, entre outras. Elas dão uma ideia de alguns recursos do aparelho, mas muitas ficaram em modelos mais antigos, olha só:

  • Pro: normalmente indica que o celular tem uma câmera ou processador melhores, como o Galaxy J7 Pro, lançado em outubro de 2017. No entanto, também está presente no Galaxy J2 Pro, lançado em março de 2018, que é um aparelho básico;
  • Prime: encontrado em modelos puramente intermediários, como o Galaxy J7 Prime2 TV, lançado em abril de 2018;
  • Neo: é o contrário do Pro, indica que o modelo é mais básico, como o Galaxy J7 Neo, lançado em agosto de 2017;
  • Duo: usado para indicar que um modelo tem câmera dupla, como o Galaxy J7 Duo, lançado em maio de 2018;
  • Duos: usado para indicar que um modelo tem suporte a dois chips, mas como todos os últimos lançamentos já têm esse recurso, essa nomenclatura não é usada desde 2015;
  • Metal: outra que ficou para trás é a Metal, usada para indicar que o celular tem construção de metal, e não de plástico, como o Galaxy J7 Metal, lançado em 2016;

Você também pode encontrar a nomenclatura mini no Galaxy J1 mini, que indica tela de apenas 4 polegadas. Como qualquer celular básico ou intermediário hoje tem pelo menos 5 polegadas, essa nomenclatura também ficou em 2016. Basicamente, hoje predominam apenas os nomes Pro, Prime, Neo e Duo.

J2 Pro, J4 e J6, J5 e J7, J8: os modelos mais novos

Agora que a nomenclatura ficou mais clara, é hora de entender o que cada número depois do J significa, começando pelos modelos mais novos. Para facilitar, fizemos uma tabela que mostra a data de lançamento de cada aparelho.

Tecnoblog levantou que, em média, um Galaxy J é lançado a cada 2 meses e meio. Esse ano contribuiu bastante para essa média: desde março, temos um modelo novo por mês e só passamos por janeiro e fevereiro sem novidades na linha J. Já foram seis Galaxy J só em 2018!

Para facilitar, vamos olhar primeiro para os modelos mais novos: como está a linha J atualmente?

  • J2 Pro: em primeiro lugar, temos o Galaxy J2 Pro. Ele foi lançado em março e é mais um smartphone básico que custa em média R$ 500 no varejo;
  • J2 Prime TV: não confundir com o J2 Pro com o J2 Prime TV, que foi lançado em novembro de 2016 e custa em média R$ 450 no varejo;
  • J4 e J6: essa dupla foi lançada em junho no Brasil, mas há diferenças entre eles:
    • Galaxy J6: tem tela com proporção 18,5:9 e "display infinito", assim como os lançamentos mais caros, e custa em média R$ 999 no varejo;
    • Galaxy J4: tem tela com proporção 16:9, design antigo, mas já vem com Android 8.0 Oreo e custa em média R$ 699 no varejo;
  • J5 e J7: historicamente, na linha J, o Galaxy J5 e J7 não diferem muito entre si. A principal característica é o tamanho da tela:
    • Galaxy J5 Pro e J7 Pro: ambos com design de metal e Samsung Pay, diferem apenas em RAM e armazenamento. O J7 Pro foi lançado em outubro de 2017 e custa em média R$ 999, enquanto o J5 Pro foi lançado em agosto de 2017 e custa em média R$ 799 no varejo;
    • Outros modelos, como o J5 Duos e J7 Duos, ou J5 Metal e J7 Metal, já foram descontinuados;
  • J5 Prime: lançado em junho de 2017, é uma versão piorada do J7 Prime, que já foi descontinuado, e custa em média R$ 599 no varejo;
  • J7 Neo: lançado junto com o J5 Pro, o Galaxy J7 Neo tem hardware semelhante, mas possui TV digital e custa em média R$ 659 no varejo;
  • J7 Duo: lançado em maio de 2018, é uma versão tunada do Galaxy J7 Pro com processador melhor e câmera dupla;
  • J7 Prime 2 TV: lançado em abril, é a evolução do Galaxy J7 Prime com câmera melhor e TV;
  • J8: finalmente, lançado por último, o Galaxy J8 segue o design do Galaxy J6, com display infinito e proporção 18,5:9, mas tem hardware melhor e foi anunciado por R$ 1.899.

J1, J3, Metal, Duos: sem novas versões

Por fim, vale a pena mencionar os aparelhos da linha J que foram descontinuados e não estão mais à venda. Todos foram lançados em 2016 ou até mesmo em 2015, então é bom evitar a compra e olhar apenas para os modelos mais novos. Estes são os celulares já descontinuados:

Esse é o Galaxy J3.

  • J7 Prime: descontinuado recentemente, o campeão de vendas da linha J foi substituído pelo J7 Prime 2 TV, lançado em abril;
  • J1 e J3: lançados em 2016, essa dupla representava a frente básica da linha J;
  • J2: um dos primeiros lançamentos da linha J. Versões mais recentes, como o J2 Pro ou J2 Prime TV existem até hoje;
  • J1 mini: o modeo mais simples que integrou a linha J, com tela pequena de 4 polegadas;
  • J5 Duos e J7 Duos: as primeiras versões da linha J, que ganharam ramificações em J5 ou J7 Prime, Pro ou Duo;
  • J5 Metal e J7 Metal: os primeiros modelos da linha J com construção de metal no lugar do plástico.

E aí, já sabe qual Galaxy J pretende comprar?