Início » Celular » Estes serão os preços do Samsung Galaxy S10e, S10 e S10+ no Brasil

Estes serão os preços do Samsung Galaxy S10e, S10 e S10+ no Brasil

Galaxy S10, S10e e S10+ custarão entre R$ 4.299 e R$ 8.999; pré-venda começa em 13 de março

Felipe Ventura Por

A Samsung vai realizar um evento na próxima terça-feira (12) para anunciar os detalhes do Galaxy S10, Galaxy S10e e Galaxy S10+ no Brasil. No entanto, as lojas físicas da fabricante já revelam quanto cada um desses celulares vai custar: os preços variam entre R$ 4.299 e R$ 8.999, mas podem ser menores se você entregar outro aparelho para troca.

Samsung Galaxy S10+

O Tecnoblog visitou três lojas físicas da Samsung em São Paulo e obteve os detalhes de lançamento. Pudemos ver a tabela com os valores para a linha Galaxy S10; estes são os preços cheios:

  • Galaxy S10e de 128 GB: R$ 4.299
  • Galaxy S10 de 128 GB: R$ 4.999
  • Galaxy S10+ de 128 GB: R$ 5.499
  • Galaxy S10+ de 512 GB: R$ 6.699
  • Galaxy S10+ de 1 TB: R$ 8.999

Samsung dá desconto a partir de R$ 800 para trade-in

Se você der um celular para troca, o Galaxy S10e e S10 terão desconto de no mínimo R$ 800 sobre o preço cheio; enquanto o Galaxy S10+ terá desconto de pelo menos R$ 1.000. A Samsung parece estar se concentrando nisso como uma forma de oferecer valores mais competitivos para o consumidor final.

Este é um dos exemplos da tabela: se você entregar um Galaxy S9+ em bom estado de conservação, recebe um desconto total de R$ 2.540,80 se comprar o Galaxy S10+. Esta é a soma dos R$ 1.000 oferecidos pela Samsung, mais o valor avaliado pela Trocafone com acréscimo de 20% (1.540,80).

Atualmente, a Samsung realiza um programa com a Trocafone para trade-in, isto é, para obter desconto se você entregar um aparelho usado. Ele precisa apenas estar funcionando, mesmo com a tela quebrada, e pode ser de praticamente qualquer marca — iPhone, Motorola, Asus, LG ou da própria Samsung.

Pré-venda terá Galaxy Buds e Watch Active como brindes

A pré-venda começa no dia 13 de março, quando os aparelhos serão expostos nas lojas físicas. Durante esse período, quem comprar o Galaxy S10e ou S10 levará os fones de ouvido Galaxy Buds sem custo adicional; quem preferir o Galaxy S10+ ganhará o novo relógio Galaxy Watch Active. As entregas e as vendas em si começam em 6 de abril.

O S10e e S10 estarão disponíveis apenas no modelo com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Eles virão com traseira de vidro nas cores preto, branco e azul.

Enquanto isso, o S10+ chegará em seus três modelos: 6 GB/128 GB, 8 GB/512 GB e 12 GB/1 TB. Ele será o primeiro celular com 12 GB de RAM oficialmente à venda no Brasil.

O Galaxy S10+ de 128 GB e de 512 GB serão vendidos com traseira de vidro nas cores preto, branco e azul. O modelo de 1 TB terá traseira de cerâmica preta.

Atualizado às 18h10 com detalhes sobre desconto do trade-in

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

William Miguel

Falei com a loja da Samsung em São José dos Campos, e eles disseram que o valor de r$1000 só é válido na compra das versões do s10+ de 512gb e 1tb. Diferentemente da reportagem acima. 👍🏼✌

Christian Grey

A9 está por 2300 em algumas lojas.

Christian Grey

Aí é que vc se engana. Dólar por menos de dois reais é de antes do governo Dilma, que começou em 2011. E mesmo valendo o dólar por pouco mais de 2 reais já naquela época, um top de linha custava por volta de 2 mil reais. Até mais barato, se não me engano, vc encontrava um Galaxy S2 por 1800-1900 reais.

Hoje os telefones estão um absurdo de caros, mesmo os intermediários. Eu não sei aonde essas empresas de smartphones querem chegar fazendo isso.

Celso

O Galaxy S9 ainda não chegou nesse ponto.

Vitor Mikaelson

Sim, e a Samsung vai querer lucrar tanto nos EUA quanto no Brasil. Por que a Samsung iria lucrar menos no BR?

E os 400 dólares é o custo de produção lá na China exportado pros EUA.

Você precisa ver o custo de produção para PRODUZIR no Brasil. É com certeza bem mais caro que o custo de produzir na China (se fosse mesmo preço a gente estaria exportando celular pros EUA).

A Samsung tá montando aqui, mas ela tá importando os componentes da Ásia, Alemanha, e todos com altas taxas de importação chegando a 35%.
Além de todo um custo de produção ser elevado por diversos fatores.

Vitor Mikaelson

Mas a Samsung vai querer lucrar a mesma porcentagem tanto nos EUA quanto no BR.
E o custo de produção, por ser montado no BR, provavelmente seria ainda superior, então se levar em conta isso, só fica mais caro ainda.

Vitor Mikaelson

O preço não cai só no Brasil. É normal o preço cair posteriormente.

Lais Gomes

Alguém sabe dizer como conseguir esse desconto além dos 1000 oferecidos para trade-in? Quais os aparelhos participantes desse "bônus"? Já procurei em vários sites, inclusive da trocafone, e não encontrei...

Zaskia Gotik

veja "Captain Marvel" neste site! todos os filmes disponíveis !! copie o blog aqui: FAMILYSERIESHD.BLOGSPOT.COM

Bruno Campos

Ótimo momento pra comprar um S8 ou S9, na prática vão atender da mesma forma, mas custando bem menos.

S10 é só pra quem realmente é rico e não precisa se preocupar com o preço das coisas, ou faz questão de ostentar.

Vinicius Duarte

Concordo, tanto que quando comprei essa era a intenção: durar pelo menos 3 anos.

Trocar somente se fosse um preço bacana. Acredito eu que valeria a troca apenas por pegar um celular top de linha recém lançado com algumas inovações. Nesse preço aí nem cogito em trocar mais hahaha

Credulos

Caguei pra cor do aparelho (versão especial qualquer coisa), em quanto não trouxer todas as features os milésimos de segundos que ele vai abrir o app primeiro não vão me dizer nada. E não é seu CAPS que ira mudar isso. Como disse um top de linha puro sangue não é feito para ser barato, marcas de sensores etc, tudo conta.

THOMAS WAYNE

A9 tá 3 k. Logo, o S9 tá valendo a pena

Sid

É, gente, cuidado. Sempre fui adepto dos aparelhos da Samsung, mas ela está com esse problema sério de burn-in

Sid

O problema é que é muito difícil conseguir esse equilíbrio. Se eu tivesse uma garantia de ganhar o suficiente para viver, com certeza não ficaria me matando todo dia. mas, no Brasil a gente mata um leão por dia para sobreviver.

Exibir mais comentários