Início » Telecomunicações » WhatsApp nas eleições: TSE pede linhas que fizeram disparos ilegais

WhatsApp nas eleições: TSE pede linhas que fizeram disparos ilegais

Campanha de Jair Bolsonaro é acusada de realizar disparos massivos de mensagens irregulares no WhatsApp; presidente nega

Lucas Braga Por

As operadoras serão obrigadas a apresentar ao TSE os números de linhas telefônicas de quatro empresas de comunicações suspeitas de disparar mensagens irregularmente durante as eleições de 2018. A corregedoria da Justiça Eleitoral intimou Claro, Oi, TIM, Vivo, Nextel, Algar, Datora, Terapar e a já extinta Porto Seguro Conecta.

WhatsApp / Pixabay

A decisão vem após uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), ajuizada pela coligação Brasil Soberano (PDT/Avante), responsável pela candidatura de Ciro Gomes. Ela acusa Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão de disparos massivos no WhatsApp durante as eleições. Em setembro, Bolsonaro negou a prática.

As operadoras deverão, em até três dias úteis, responder com os números usados pelas empresas Quick Mobile Desenvolvimento e Serviços, Yacows Desenvolvimento de Software, Croc Services Soluções de Informática e SMSMarket Soluções Inteligentes.

A grande questão é se a lista de números entregue pelas operadoras terá alguma utilidade. A princípio, as companhias podem entregar à Justiça todas as linhas pertencentes aos CNPJ das empresas mencionadas, mas isso não impede que as campanhas tenham utilizado dados de pessoas físicas ou até mesmo números estrangeiros para ativação de contas no WhatsApp.

Recentemente, a Anatel exigiu uma atualização cadastral nas linhas de celular para evitar fraudes. Até então, para ativar um chip comprado em um ponto de venda, como bancas de jornais e farmácias, bastava digitar o CPF. Com tantas brechas de segurança e vazamentos de dados, era fácil ativar uma linha no nome de um terceiro.

WhatsApp confirma envio em massa de mensagens

Ben Supple, gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, afirmou que "houve a atuação de empresas de envios maciços de mensagens, que violaram os termos de uso para atingir um grande número de pessoas".

O aplicativo até permite o uso por campanhas políticas, desde que sejam respeitados os termos de uso que proíbem disparo em massa. Durante as eleições, o WhatsApp afirmou ter banido centenas de milhares de contas por tentativa de envio automatizado ou em massa.

Com informações: Agência Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tiago Celestino

Ñ pode mais ñ? Talkey então!!!

Tiago Celestino

Em algum momento falei que você defende o atual presidente do país?

Tiago Celestino

Se for por isso, a ligação da familia com os milicianos, a jovem pan já fez esse vídeo? Pare de olhar só para um lado, ambos são ferrados!!

Tiago Celestino

É o "messias" no nome. Dai virou um santo salvador da pátria, defensor da moralidade e dos "bons costumes" dos brasileiros!!

Gustavo Cardoso

Em nenhum momento a reportagem fala que o Partido Social Liberal (PSL) e a chapa vencedora também usou disparos massivos de mensagens. Alfabetizadão! rs

Thiago Sampaio

E por acaso em todas as eleições anteriores, voltando até a proclamação da república, o Whatsapp admitiu o uso da plataforma para disparos em massa??? Apareceu alguma evidência do cometimento de práticas proibidas pela lei eleitoral???

E não sei se você já ouviu falar, mas existe uma coisa chamada prescrição. Então mesmo que um dia fiquem comprovadas por A + B as fortes suspeitas que já ouvi falar de que manipularam as eleições de 89 pra não deixar o Brizola ganhar, já não vale mais nada, já passou. O país terá perdido uma imensa oportunidade de eleger talvez o melhor presidente que poderia ter tido, que teria dado um rumo totalmente diferente que o desgraçado do Collor deu pra essa porra, mas já foi, já era.
É pensar daqui pra frente. E se daqui pra frente se comprovarem em tempo hábil ilegalidades na campanha do atual presidente, a justiça tem que intervir e anular a merda inteira. Simples assim.

gabriel

"vamos metralhar a petralhada"
"a minoria deve se curvar à maioria"
"está na hora de um ministro do supremo terrivelmente evangélico"
"o afrodescendente mais leve pesava sete arrobas"
"o erro da ditadura foi torturar e não matar"
"eu não vou te estuprar porque você não merece"
"não servem nem pra reproduzir"
"essa história de estado laico não existe, o estado é cristão"
"Alemanha acima de tudo"

se você defende esse miliciano bandido, você é um merda

gabriel

Não é possível afirmar se ele ganhou em função do uso irregular ou não. Mas é possível caracterizar o uso irregular — e caso isto ocorra, as eleições devem ser anuladas.

Além disso, toda forma de combater o fascista é válida.

DanielBastos

A reportagem fala de uma forma diferente de fraude.

Vc tem razão. Não falou mesmo de WhatsApp.

Luís Henrique Brock

Aos que responderam: meus questionamentos não são sobre o comportamento, legado e filiados do Partido dos Trabalhadores. A conversa iniciou pois houve uma afirmação de que o PT foi o que mais usou os recursos citados na reportagem. Até agora estou aguardando uma fonte para tal afirmação. Agradeço a atenção que me deram, procurando vídeos e reportagens que não pedi, e fazendo suposições sobre meu comportamento.

Bil

Se um órgão público foi usado nas eleições anteriores e em nada deu, imagina whatsapp.

VaGNaroK Alkimist

HADDAD que é do pt foi condenado por 4 anos por caixa 2, em regime semi aberto: https://istoe.com.br/haddad...

PT deixou um legado de 13 milhões de desempregados.

https://economia.uol.com.br...

Os vários escândalos de corrupção na era PT.

PT e a facção criminosa PPC juntas:

https://youtu.be/xDcMv5w7pE0

Só não vê que o PT é uma facção criminosa travestida de partido quem não quer.

Bil

huahuahuha
Justamente. Encontre algum brasileiro fora das universidades de humanas que queira "desencarceramento"! Não existe! Os caras estão completamente fora da realidade.

VaGNaroK Alkimist

Isso que me deixa mais impressionado!! Como se os votos dos milhões de brasileiros não tivesse eleito ele presidente ai os petralha diz que foi por causa de mensagens.

doorspaulo

Jogo sujo em eleições, quem poderia imaginar, não é mesmo?

Em 2014, tivemos os panfletos distribuídos de forma ilegal pelos Correios, que não deu em nada.

Agora, em 2018, o disparo em massa de mensagens, que também não vai dar em nada.

E, seguimos sendo a Banalândia, exportadora de matéria prima, sem relevância diplomática, e país do carnaval.

Nada acontece feijoada.

Exibir mais comentários