Início » Brasil » PF cumpre mandados do STF em operação contra fake news

PF cumpre mandados do STF em operação contra fake news

Polícia Federal cumpre mandados contra apoiadores do presidente Bolsonaro; STF investiga grupo que opera rede de notícias falsas

Felipe Ventura Por

A Polícia Federal está cumprindo 29 mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (27): as ordens judiciais vieram de Alexandre de Moraes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), que conduz uma investigação sobre fake news e ameaças contra a Corte. Os alvos são apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, como o ex-deputado federal Roberto Jefferson e o empresário Luciano Hang.

Polícia Militar do Estado de São Paulo

Os mandados de busca e apreensão estão sendo executados no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. Eles foram cumpridos no âmbito do inquérito 4.781 aberto no ano passado por José Antônio Dias Toffoli, presidente do STF.

Estes são alguns dos alvos da operação da PF:

  • Luciano Hang, empresário
  • Roberto Jefferson (PTB-RJ), ex-deputado federal
  • Douglas Garcia (PSL-SP), deputado estadual, e seus assessores
  • Allan dos Santos, blogueiro
  • Sara Winter, ativista
  • Rey Bianchi, humorista

Os mandados foram cumpridos na casa de Jefferson no RJ e na residência de Hang em SC. As buscas sobre Allan dos Santos ocorreram em sua casa em Brasília. Além disso, a PF apreendeu computadores no gabinete de Garcia na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

STF investiga esquema de fake news

A investigação corre em sigilo. Seu foco está em um grupo suspeito de operar uma rede de divulgação de fake news contra autoridades. Em abril, descobriu-se que a PF identificou o vereador Carlos Bolsonaro como um dos articuladores desse esquema.

Se o inquérito tiver provas suficientes, o filho do presidente (conhecido como 02) pode ser indiciado. Moraes vem encaminhando provas colhidas pelo STF às Procuradorias dos estados para permitir futuras denúncias.

No Twitter, Carlos disse hoje de manhã: “o que está acontecendo é algo que qualquer um desconfie que seja proposital. Querem incentivar rachaduras diante de inquérito inconstitucional, político e ideológico sobre o pretexto de uma palavra politicamente correta? Você que ri disso não entende o quão em perigo está”.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tacaca Nuclear (@TacacaNuclear)

STF cria, executa e julga as leis. É o próprio Deus.

Uriel Dos Santos Souza (@Uriel)

Quando penso nesta operação só me vem isso na cabeça!
Zambelli anunciando antes a operação!

text94-2-2948×384 299 KB

wesley soares (@wesley_soares)

Ontem
Bolsonaristas:“Isso ai é uma operação legalissima, se depender de mim vai ter mais, tem que prende o witzel sim”
Não bolsonaristas: Isso é golpe politico, uso do estado contra um politico que é contra os minios.

Hoje:
Não Bolsonaristas:“Isso ai é uma operação legalissima, se depender de mim vai ter mais, tem que prende os fake news sim”
bolsonaristas: Isso é golpe politico, uso do estado contra um politico que é contra a corrupção.

KKKKKKKKK esse país é uma piada, pior é quem defende esses nego.

Janailson Menezes (@Janailson_Menezes)

Essa sequência de prints deve ser emoldurada

twitter.com Bruno (brunookada) what a difference a day makes https://t.co/IQ92UU7xpa 11:57 AM - 27 May 2020 7.8K 2.5K
@teh

Nao cria.
Executa e julga.

Uriel Dos Santos Souza (@Uriel)

Sei lá os não bolsonaristas de esquerda que vi todos amaram as 2 operações.
Só não gostaram da Zambelli contar um dia antes o que ia acontecer

Eu (@Keaton)

Não deu vontade de procurar, mas Luciano Hang não é aquele careca dono da Havan ou da Daju? Acho que aquele cara é meio doido da cabeça…

Eu (@Keaton)

É por essas que eu acho que o pais não vai pra frente… pessoal torce para partido/politico… qualé.

wesley soares (@wesley_soares)

Todos amaram msm, até o próximo investigado ser o lula, aí num pode, é golpe.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

Galera confunde liberdade de expressão com liberdade para dizer tudo o que pensa. Numa democracia grande parte dos direitos são relativos, isto é, vai até certo limite que normalmente é a liberdade e integridade de outra pessoa.

Cabe lembrar que esse uso massivo de fake news começou lá em 2014 e muitas pessoas já denunciavam, mas foi só quando atingiu os membros da corte que fizeram alguma coisa. Antes tarde do que nunca, mas ainda falta o Carluxo e alguns deputados bolsonaristas que devem receber a visita da PF semana que vem.

João Luiz G (@Joao_Luiz_Gomes_Silv)

Mesmo não defendendo esse pessoal, esse inquérito instaurado no Supremo é totalmente ilegal e extrapola todos os limites, qualquer relés conhecedor de direito compreende isso. O Supremo é a vítima, é quem investiga e tbm quem julga, que país é esse? Constituição rasgada. Não se pode ficar calado diante de tamanha ilegalidade, uma aberrarão jurídica, mas quem somos nós meros humanos normais para criticar os semideuses do Olimpo, e correr o risco de amanhecer com a PF na nossa porta.

@RODRIGO

Na FSP(Folha de São Paulo) noticia que Carlos e Eduardo Bolsonaro estão em investigação sobre este inquérito Fake News!

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

Você sabe mais de leis e da constituição que os ministros do STF? Por favor amigo, não reproduza mentiras que lê no whatsapp.