Início » Finanças » Nubank diz que “não há previsão” para adotar Apple Pay [atualizado]

Nubank diz que “não há previsão” para adotar Apple Pay [atualizado]

Nubank menciona Apple Pay entre promessas para 2021; carteira digital dos iPhones permite pagamento por aproximação via NFC

Felipe Ventura Por

O Nubank publicou um tweet nesta terça-feira (29) com um caça-palavras indicando o que esperar de 2021, incluindo “amor, saúde e vacina”. Há também uma menção ao Apple Pay, sugerindo fortemente que a fintech finalmente será compatível com a carteira digital dos iPhones. No entanto, ela diz que “não há previsão de lançamento”.

Cartão da conta PJ do Nubank (Imagem: Divulgação/Nubank)

Cartão da conta PJ do Nubank (Imagem: Divulgação/Nubank)

“No Nubank, estamos sempre em busca de oportunidades para melhorar a experiência dos nossos clientes”, diz a empresa em comunicado ao Tecnoblog. “Acompanhamos de perto e com muita atenção as solicitações dos usuários, e por isso fizemos a brincadeira com os desejos para 2021.”

A fintech continua: “atualmente estamos focados em desenvolver serviços e funcionalidades que resolvam problemas urgentes e que atinjam o maior número possível de pessoas, e não há previsão de lançamento da integração com Apple Pay” (grifo nosso).

Nubank no Apple Pay?

Até o momento, o Nubank só permite pagar por aproximação usando o próprio cartão físico, seja no crédito ou no débito. Por muitos anos, a empresa alegava que o suporte a carteiras digitais como Samsung Pay, Google Pay e Apple Pay não era prioridade porque envolvia custos para adotar a tokenização.

Quando você paga via NFC com o celular, a maquininha não recebe o número do seu cartão: em vez disso, ela obtém um token — isto é, uma sequência única de números que serve como identificador. O sistema então verifica se esse token está correto e se corresponde ao dispositivo em que o cartão foi cadastrado; depois, a transação é liberada (ou negada).

Implementar a tokenização tem seu custo; mas em um ano de pandemia, no qual o uso do pagamento contactless disparou, o Nubank ficou meio deslocado. Em 2020, o Next (do Bradesco) ganhou suporte ao Apple Pay para cartões de débito ou crédito; enquanto Banco Inter e Digio chegaram ao Google Pay.

Lá em 2016, a Samsung disse que cartões do Nubank estariam disponíveis “em breve” no Samsung Pay, o que nunca aconteceu. Este ano, a fintech chegou a adotar o WhatsApp Pagamentos, sendo uma das poucas instituições financeiras compatíveis; no entanto, o serviço foi suspenso pelo Banco Central em prol do Pix.

Agora, parecia que o Nubank estava enfim pronto para entrar nas carteiras digitais:

Nubank no Apple Pay? (Imagem: Reprodução/Twitter)

Nubank no Apple Pay? (Imagem: Reprodução/Twitter)

O Nubank andou ocupado nos últimos meses. A empresa comprou a corretora Easynvest para dar mais opções de investimentos; lançou o Resgate Planejado com rendimento acima de 100% do CDI; e passou a oferecer seguro de vida a partir de R$ 9 ao mês.

Ela também vem se expandindo na América Latina, levando seu cartão de crédito sem anuidade para o México e para a Colômbia.

Atualizado às 12h14 com comunicado do Nubank

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marno Paz (@Marno_Paz)

Pagamento via NFC é bacana. Mas ainda acho que o QR Code é melhor pois evita a aproximaçao com a máquina de pagamentos. Espero que o PIX via QR se popularize nos estabelecimentos.
Agora falando em pagamento pelo Apple Watch aí já é uma vantagem poder centralizar isso também na fatura do Nubank.

JulioCampos (@juliocesar)

Parabéns. Vai atingir 5% de sua base que possui um iPhone.

Rodolfo Arruda Filho (@rjaarruda)

Nubank e sua necessidade de ganhar biscoito na internet todo dia e movimentar sua torcida organizada…

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

Ao invés de priorizar Apple Pay, eles deveriam fazer isso tanto para o Google Pay quanto Samsung Pay. Pessoas que usam aproximação não são tantas assim, e quando são, poucas delas são usuárias de iOS. Na minha bolha pelo menos, acredito que seja entre 3 e 5% dos meus amigos que usam o Apple Pay como forma de pagamento. A maioria absoluta usa o Samsung Pay, e quase 100% deles, pq tem Ticket VR e VA na Samsung.

Michael (@Michael)

QR code depende do suporte da maquineta e, de uma internet estável.

Bruno (@Unknown)

Nubank, o banco que não é banco, moderno que é defasado.

Tem que ter coragem para abrir app de banco para realizar pagamento em estabelecimento, pra passar um esperto e levar o telefone neste momento é rapidinho.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Mas vc nem precisa aproximar de fato. Ele funciona com uma boa distância até… Não dá nem pra comparar NFC com QR Code. Um parece uma tecnologia bem evoluída, a outra é uma gambiarra lenta e ineficiente.

Vítor Gomes Neves Oliveira (@vctgomes)

Se ela for adicionar suporte ao Apple Pay, bem provável que faça o mesmo com o Samsung Pay também.

Mas isso de usuários usando é algo bem estatístico e só uma pesquisa poderia comprovar, já que no meu caso, tenho muito mais amigos usando o Apple Pay.

Não só isso, mas tbm vejo muito mais pessoas leigas usando o Apple Pay do que o Samsung Pay, que só vejo um grupo de geeks na Internet.

Acho que em tese é por conta da forma que a Apple anuncia no celular (ela te solicita o cadastro do cartão logo quando você inicia o celular pela primeira vez. Se for compatível ótimo!)

Daniel Plácido (@Daniel_Placido)

QR Code é muito “burocrático”, você precisa 1- destravar o celular, 2- abrir o app do banco, 3- autenticar, 4- clicar no Pix (considerando que seu banco tenha colocado o atalho fácil), 5- ler o QR Code, 6- Confirmar. Vão ter que facilitar MUITO ainda pra essa moda pegar.

Uso o Samsung Pay e só tenho que “apertar” pra tela acender, correr com o dedo pra cima pra abrir o Samsung Pay (nem precisa destravar o celular antes) e colocar o dedo no fingerprint pra pagar. (detalhe que não precisa ter internet)

Raul H. (@raulxgang)

Mais um caso onde a equipe de Marketing não se comunica com a equipe de Projetos.

fhanobrim (@fhanobrim)

O Nubank não tem pressa porque faz questão que o cliente mostre o roxinho na hora de pagar. Aliás, a prioridade da fintech é valorizar a marca. Se melhorar o serviço fosse prioridade, daria pra fazer o básico tipo trocar a senha do cartão pelo app, mas nem isso é possível. Tenho o cartão e o único diferencial que vejo em relação aos outros é poder antecipar parcelas pelo app e liberar o limite na hora que faz o pagamento pela Nuconta, mas fora isso é um cartão até pior que outros sem anuidade.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Se aderir ao Samsung Pay e mantiver o esquema de pontuação do fidelidade, fica bonito. Como usuário de ambos os serviços (Samsung Pay e Nubank), eu utilizaria sem pensar duas vezes.

Fernando O. (@Fernanx)

Acho curioso e irônico que uma fintech tão importante e que se diz inovadora não consiga oferecer aos seus clientes uma função que um banco estatal e tradicional (Banco do Brasil) conseguia oferecer já em 2015 através do seu app Ourocard.
Como intusiasta das novidades tecnológicas, eu conseguia pagar por aproximação em alguns lugares, e na época era provável que eu fosse dos poucos pioneiros da tecnologia no Brasil.
E nem tinha Google Pay (na época Android pay), Samsung Pay e Apple Pay no Brasil.

Eu tenho um cartão Nubank também desde aquele ano, e gostaria muito que liberassem o pagamento nos apps, porém pelo que venho acompanhando, sinto cada vez mais que a empresa parou no tempo em comparação de outras fintech.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Antes disso teve até o Google Wallet, que foi a primeira tentativa de adotarem os pagamentos por smartphone.

Gigo CAP (@GigoCAP)

Você viu que a Samsung lá fora vai tirar o Rewards do Pay em janeiro? Eu entrei em contato com a Samsung BR e o silêncio da resposta foi ensurdecedor. Acho que vai acabar por aqui também.

Exibir mais comentários