Início » Negócios » Parece que ninguém quer comprar a LG Mobile

Parece que ninguém quer comprar a LG Mobile

Após suposto fracasso em negociações e uma série de prejuízos, a LG pode ter que fechar sua divisão de smartphones

Ana MarquesPor

Em fevereiro, noticiamos a tentativa da LG de vender suas fábricas de celulares para focar em outros setores mais lucrativos, como o de carros elétricos. No entanto, parece que ninguém quer comprar a LG Mobile, o que pode forçar a empresa a simplesmente fechar a sua divisão de smartphones.

LG G8X ThinQ (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

As informações são de um relatório obtido pelo jornal sul-coreano Dong-A Ilbo. Aparentemente, até mesmo os planos recentes de lançamento de um smartphone com tela rolável foram descartados – junto a todos os outros projetos envolvendo celulares neste primeiro semestre.

A LG estava em negociações com empresas como a Volkswagen e Vingroup JSC do Vietnã, porém, de acordo com o relatório, não teria obtido sucesso. A empresa vem reportando uma série de prejuízos ano após ano e, em janeiro, o CEO  Kwon Bong-seok afirmou estar considerando “todas as medidas possíveis” para reduzir as perdas.

Uma fonte ouvida pelo Dong-A Ilbo afirma ainda que um comunicado oficial sobre o destino da divisão de smartphones da LG pode chegar aos funcionários já no início de abril.

Fechamento da LG Mobile é última opção para a empresa

A LG cogitou outras opções para não ter que abandonar o setor de smartphones. Em dezembro, houve rumores sobre os planos de terceirizar a produção de celulares intermediários para cortar custos em 2021. A intenção era tornar os produtos mais competitivos frente às fabricantes chinesas, como Xiaomi, Oppo e Vivo.

Entretanto, a companhia parece estar ficando sem saída: a última vez em que a LG obteve lucro com a divisão de celulares foi em 2014. De 2015 a setembro de 2020, a empresa acumulou quase US$ 3,5 bilhões em prejuízo com smartphones.

Com informações: Bloomberg

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
16 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@teh

Cavou o próprio buraco, na minha opinião ela deveria comprar alguma das pequenas mas deixar o desenvolvimento totalmente independente.

Anderson Antonio Santos Costa (@Anderson_Antonio_San)

A LG se sucumbe diante do avanço das fabricantes chinesas e da Samsung no segmento básico-intermediário, onde a LG Mobile atua no momento atual.
O cenário de celulares básicos a intermédiários tende a ser dominado pela Samsung, seguida das chinesas e da Motorola.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Uma linha pequena, uns 5 celulares por ano, foco em qualidade de construção, garantia de atualização por 3 anos (ou 4 em caso de lançar o celular com android desatualizado), velocidade na atualização, ou seja, fazer o que a Google fez com a Motorola num curto período de tempo.

Mas na boa, não vai deixar saudade, só fez porcaria nos últimos anos, só resta licenciar a marca pra uma fabricante chinesa de celulares.

André Noia (@Andre_Noia)

Engraçado que sobre Sony (quando era relevante), Nokia (a antiga) e Microsoft, todas no campo de celulares, a gente guarda uma lembrança boa de um ou outro modelo ou linha. Já a LG, não vem um aparelho à mente. Não tem aquele aparelho que você desejou, mas não pôde ter.

@LeandroCSC

@Andre_Noia ,teve um momento da minha vida que eu desejei ,sim,ter um LG. Foi o LG G4,que tinha a traseira em couro. A câmera era bem elogiada na época. Mas foi o único.

Leonardo Costa Porto dos Santos (@Leonardo_Porto)

Meu primeiro pé na LG já foi num prego. Sensação de dinheiro jogado fora até hoje

@doorspaulo

Pessoal só lembra da LG com ódio, principalmente por causa dos G3 (se não me engano) que morriam do nada.

Nunca tive um LG, nem tive vontade de ter, diferente dos Sony, Nokia e Microsoft.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Qualidade não tem haver só com uso de materiais premium, tem haver com construir um celular solido, que não quebre no primeiro tombo, que não morra sem explicação e sem suporte da fabricante, de saber equilibrar o hardware (celulares hoje tem 10 câmeras e economizam na memoria ram, não faz sentido).

Thiago Passos (@Burnerman_X)

AH! Sério que ninguém quis?

Thiago Passos (@Burnerman_X)

LG ainda teve uns aparelhos memoráveis, como o LG Optimus G, G2, Nexus 4 e Nexus 5. Não coincidentemente os Nexus baseados na linha G correspondentes.

Foi do G3 em diante que a LG foi ladeira abaixo. Estava no caminho certo, mas preferiu trilhar o rumo errado. Problemas de bootloop envolvendo o G4 e o Nexus 5X foi só o primeiro prego no caixão.

Edilson Junior (@Edilson)

Aquele G5 foi o ápice da porcaria que se tornou a LG Mobile. Um amigo meu ainda teve a “coragem” de comprar um. Resultado: o aparelho ficou inutilizável em menos de 6 meses.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

A LG poderia ter assumido a responsabilidade ali e feito um recall, mas preferiu cavar a própria cova.

Gerson Costa (@Gerson_Costa)

As TVs vão seguir o mesmo caminho, comprei uma pra nunca mais

Eita (@mandatario)

Eles não tem patentes interessantes?

Eita (@mandatario)

Motorola que pertence a Lenovo, que é chinesa

Exibir mais comentários