Início » Aplicativos e Software » TikTok triplica limite de tempo em vídeos para todos os usuários

TikTok triplica limite de tempo em vídeos para todos os usuários

Mudança triplica tempo de vídeo, que passa de 1 para 3 minutos; TikTok deve lançar novidade para criadores de conteúdo no Brasil

Pedro Knoth Por

Para quem acha curto o limite de tempo de vídeos que o TikTok permite publicar, a rede social traz boas notícias: vai triplicar a duração das publicações — de 1 a 3 minutos. O novo recurso foi testado com diversos criadores de conteúdo nos últimos meses; Brasil está incluso nos mercados em que a rede deve lançar a atualização.

Perfil oficial do TikTok (Imagem: Pexels)

Perfil oficial do TikTok (Imagem: Pexels)

TikTok ouviu feedback de criadores para fazer a mudança

Quem navega por horas pelo TikTok está acostumado a ouvir “veja como ficou na parte 2” ou, “curta, siga e comente para a próxima parte”. A plataforma ouviu de criadores de conteúdo que esse 1 minuto não era suficiente para criar vídeos de algumas categorias — muitas vezes separados em postagens diferentes. A mudança foi anunciada nesta quinta-feira (1) em um post no blog oficial da empresa

Nas próximas semanas, a rede social da startup ByteDance vai permitir que membros da comunidade criem e editem vídeos de até 3 minutos. O novo recurso estará disponível como uma opção da ferramenta de criação.

Drew Kirchoff, gerente de Produto do TikTok, disse que o novo limite dá uma “tela em branco” para a expressividade de criadores. “Com todas as formas como nossa comunidade redefiniu a expressão em menos de 60 segundos, estamos animados para ver como as pessoas continuarão a se divertir e inspirar com alguns segundos a mais — um mundo de possibilidades criativas”, escreveu Kichoff no comunicado.

Mudanças no vídeo devem tornar o TikTok mais competitivo em relação a plataformas como o YouTube, onde criadores não precisam dividir vídeos em partes.

Novo limite acirra competição com YouTube e Instagram

O crescimento acelerado do TikTok, por sua vez, levou a muitos rivais a implantarem suas próprias pílulas de vídeos, como é o caso do YouTube Shorts, que chegou no começo do mês para youtubers brasileiros. Outro grande concorrente, como o Instagram, inaugurou o Reels, que também são posts audiovisuais curtos e com ferramentas parecidas à rede da ByteDance.

Na quarta-feira (30), Adam Mosseri — CEO do Instagram —, disse em uma rede social que o formato em vídeo estava levando ao imenso crescimento online para todas as grandes plataformas, e que se tornaria uma das quatro prioridades do aplicativo.

A rede social do Facebook quer também focar em monetizar conteúdo, e pode lançar o Stories Exclusivos em resposta ao Super Follow do Twitter.

Com informações: TechCrunch

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

² (@centauro)

E o limite vai começar a crescer gradativamente mas não vai ser eliminado porque senão perde a essência da plataforma.

Mais ou menos como o Twitter, que começou com o limite de caracteres mas o povo reclamou e eles aumentaram, mas não podiam eliminar o limite porque é esse limite que define a plataforma.