Início » Brasil » Nova estatal de banda larga em breve?

Nova estatal de banda larga em breve?

Avatar Por

Está sendo pensada em Brasília a próxima empresa brasileira provedora de internet banda larga. Oi, Embratel, Telefônica? Nada disso, essa empresa é gestada sob os olhos do Governo Federal, que planeja ressuscitar a antiga Telebrás. Desde que o Sistema Telebrás foi desmembrado e privatizado, nos anos 1990, a estatal não tem feito muita coisa.

Vem aí a SuperTelebrás.

Vem aí a SuperTelebrás.

Estão nos planos do governo interligar as redes de fibra ótica da Petrobras, de Furnas e da Eletronet, uma empresa falida que tem a Eletrobrás como acionista. Seria preciso R$ 1,1 bilhão Para colocar a nova estatal de banda larga em funcionamento. Os estudos da nova infraestrutura da Telebrás estão sendo feitos pelo Ministério do Planejamento.

É muito provável que o governo converse com pequenos provedores e empresas de telefonia e internet, a fim de integrar essas companhias à infraestrutura da nova Eletrobrás.

O objetivo principal da nova estatal é levar acesso à internet a lugares que atualmente não contam com esse recurso, como cidades cujo mercado de internet é desinteressante para as grandes operadoras de banda larga e zonas rurais, muito distantes e que tornam o custo de levar internet até lá caro demais ou inviável.

Além disso, a nova Eletrobrás poderá ser uma alternativa às operadoras já estabelecidas no mercado, que comumente sofrem panes e vivem sendo acusadas de prestar um serviço aquém do esperado.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alexandre
Deus é Pai, nós do interior ainda usamos net a lenha...300K...128K...sofrimento demais.

E tem mais, todo brasileiro tem direito a fazer 3 refeições por dia e ter um link de pelo menos 1Mega.
Julio
Acho que voce quis dizer: "Além disso, a nova TELEBRAS poderá ser uma alternativa às operadoras..."

Não é "Eletrobrás"....
Hugo
"...como cidades cujo mercado de internet é desinteressante para as grandes operadoras de banda larga..."

Meu caso. A BrT (ou Oi) domina aqui, única.

Pago R$ 115 por uma internet 1.5 mb, enquanto isso, em Brasília, um amigo paga a metade por 10 mb na GVT.
Rodrigo
Entendi. Investir nosso dinheiro. E entregar uma rede de alta velocidade prontinha e de graça para uma Telefonica. Que vai nos cobrar novamente para prestar um serviço que nem a cara dela. Desculpe a franqueza, mas tem gente que não aprende mesmo.
Luferat
Será só mais uma para sugar nossos impostos e sustentar a corrupção? O governo poderia pegar essa dinheirama toda, que, diga-se de passagem não será suficiente para o que eles querem fazer (nunca é!) e investir na base instalada, principalmente quebrando os monopólios, incentivando novas e até obrigando a livre concorrência entre as operadoras...
Rodrigo
Se a iniciativa privada não faz, o governo tem que assumir o papel. Se a nova Telebrás for tão bem gerenciada como a Petrobras, será muito bem-vinda!