Início » Mobile » Apple ganha disputa com Motorola e vai atrás de 17 Androids da Samsung

Apple ganha disputa com Motorola e vai atrás de 17 Androids da Samsung

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

No começo do mês a Motorola conseguiu uma liminar que serviria para impedir a venda de alguns dos gadgets da Apple na Alemanha, embora a empresa da maçã tenha conseguido uma suspensão temporária da decisão logo depois. Agora uma decisão de outra corte liberada hoje mostrou que é a Motorola que tem que se preocupar. O juiz alemão Peter Guntz decidiu que alguns aparelhos da Motorola infringem a patente de desbloquear a tela usando uma imagem, patente essa que pertence à Apple.

A Motorola disse que já tem uma solução, que pode envolver modificar a interface, mas não deu detalhes ainda. Enquanto que os tablets com Android 3.0 não são afetados, a decisão pode incluir todo o resto de aparelhos com um sistema anterior a esse e usam alguma forma de imagem para desbloquear a tela. É por isso, de acordo com o especialista em patentes Florian Muller, que a Apple pode usar essa decisão em outras jurisdições e impedir a expansão do Android nos demais mercados.

Já nos EUA o novo processo aberto pela Apple contra a Samsung, e que envolveria o Galaxy Nexus, teve o seu documento oficialmente publicado hoje. O pessoal do Android Police teve acesso a ele e mostrou que a gigante sul-coreana está atrás de mais do que apenas o atual carro-chefe do sistema do Google: são 17 modelos diferentes, entre celulares, tablets e media players com Android.

Captura de tela do documentos listando os aparelhos

Ao todo a Apple diz que os 17 aparelhos, englobando não só algumas variações do Galaxy S II como também o Galaxy Nexus e o Galaxy Tab 8.9, infringem de alguma forma em 8 patentes diferentes. Nessas patentes estão o desbloqueio de tela por uma imagem, gerenciamento de ligações perdidas e até sincronização assíncrona de dados entre dispositivos.

E esse é mais um capítulo na grande guerra mundial de patentes. Felizmente ela acaba no final do ano, junto com o fim do mundo.

Mais sobre: , , ,