Guias Celular

Comparativo: Samsung Galaxy A53 vs A33; qual é a diferença?

Samsung Galaxy A53 e A33 têm ficha técnica intermediária e câmera quádrupla, mas não iguais; saiba o que muda entre os celulares

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Em 2022, a Samsung revelou dois novos celulares intermediários ao público: o Galaxy A33 e A53. A dupla chamou a atenção dos brasileiros devido à câmera quádrupla e a RAM de até 8 GB na ficha técnica. Mas o que muda entre os dois smartphones? Descubra as diferenças e semelhanças entre cada um no comparativo a seguir.

Comparativo: Samsung Galaxy A53 vs A33; qual é a diferença? (Imagem: Guilherme Reis/Tecnoblog)
Comparativo: Samsung Galaxy A53 vs A33; qual é a diferença? (Imagem: Guilherme Reis/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A53 possui tela de 6,5 polegadas com taxa de atualização de até 120 Hz (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A53 possui tela de 6,5 polegadas com taxa de atualização de até 120 Hz (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Tela, tamanho e construção

Tipo de tela e tamanho

Os dois celulares têm tela Super AMOLED com resolução Full HD+. Mas os painéis não são iguais.

Comecemos pelo Galaxy A53. O smartphone possui um display de 6,5 polegadas e taxa de atualização de 120 Hz. Além disso, a câmera frontal de 32 megapixels fica posicionada em um furo, proporcionando mais profundidade ao painel.

Nos testes do Tecnoblog, o display apresentou “ótima qualidade”. 

Galaxy A33, por sua vez, traz uma tela de 6,4 polegadas. Mas a sua principal diferença gira em torno da taxa de atualização de 90 Hz. Na prática, a frequência inferior lhe proporciona gráficos menos fluidos em relação ao A53. 

A câmera frontal também tem uma resolução menor: de 13 megapixels. O sensor está alocado em um notch em forma de gota. No review do Tecnoblog, nosso autor Darlan Helder também encontrou um painel de alta qualidade no A33.

Samsung Galaxy A33 se diferencia pelo notch em forma de gota (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A33 se diferencia pelo notch em forma de gota (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Dimensões e design

O visual dos dois celulares também é bem parecido. Na verdade, a Samsung vem adotando um padrão de design em quase toda a linha Galaxy A nos últimos anos, especialmente nos modelos mais caros. E a empresa não fez diferente em 2022.

Comecemos pela parte de trás, feita de plástico. Os dois smartphones têm um módulo de câmera com um relevo discreto. Além disso, a Samsung caprichou na quantidade de cores, que pegam tanto a traseira quanto a lateral: azul, branco, preto e rosé.

Confira as dimensões dos celulares:

DimensõesPeso
Galaxy A33159,7 x 74,0 x 8,1 mm189 gramas
Galaxy A53159,6 x 74,8 x 8,1 mm186 gramas

Os telefones ainda contam com certificação IP67 e proteção Gorilla Glass 5.

Samsung Galaxy A53 sai da caixa com Android 12 de fábrica (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A53 sai da caixa com Android 12 de fábrica (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Desempenho e software

Processador e memória

Diferentemente das gerações anteriores, a Samsung utilizou o mesmo processador nos dois smartphones: o Exynos 1280. O chip é formado por oito núcleos de até 2,4 GHz. Mas cada um tem a sua quantidade de memória RAM:

  • Galaxy A33: 6 GB;
  • Galaxy A53: 8 GB.

Na prática, os dois celulares tendem a entregar um desempenho parecido. Todavia, por ter mais memória, o Galaxy A53 deve trabalhar melhor ao acionar a multitarefa. Mas vamos ao review do smartphone:

“De modo geral, o aparelho não tem uma performance ruim, mas foi possível sentir uma lentidão no sistema durante a instalação de vários apps e, vez ou outra, eu notava engasgos pontuais.”

O problema é que esta lentidão, infelizmente, ficou mais intenso no Galaxy A33, conforme apontado na análise do Tecnoblog

Na prática, isto significa que, para um usuário que só precisa do essencial e não exige muito do telefone, isto não deve ser problema. Todavia, se você vai além desse perfil de uso, talvez seja melhor dar uma olhada com mais carinho no A53.

Os celulares ainda têm 128 GB de armazenamento. O espaço pode ser expandido com um cartão microSD.

Samsung Galaxy A33 tem 128 GB de armazenamento (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A33 tem 128 GB de armazenamento (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Versão do Android

Os dois smartphones saem da caixa com Android 12 de fábrica. Isto significa que, além de ter a versão mais recente do sistema operacional, a dupla ainda traz a One UI 4.

Outra vantagem (e semelhança) nos dois celulares gira em torno das atualizações. Além do Android 13, que já está sendo preparado pelo Google, os smartphones vão receber updates até o Android 16. A Samsung também promete distribuir os pacotes com melhorias de segurança por até cinco anos.

Samsung Galaxy A53 conta com a One UI 4 de fábrica (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A53 conta com a One UI 4 de fábrica (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Câmeras

A Samsung colocou quatro câmeras na traseira dos dois celulares. Todavia, há diferenças no arranjo:

ModeloCâmera traseiraFilmagem
Galaxy A33– principal: 48 megapixels (f/1,8 e OIS)
– ultrawide: 8 megapixels (f/2,2)
– macro: 5 megapixels (f/2,4)
– profundidade de campo: 2 megapixels (f/2,4)
4K (3840 x 2160 pixels) @ 30 fps
Galaxy A53– principal: 64 megapixels (f/1,8 e OIS)
– ultrawide: 12 megapixels (f/2,2)
– macro: 5 megapixels (f/2,4)
– profundidade de campo: 5 megapixels (f/2,4)
4K (3840 x 2160 pixels) @ 30 fps

Mas vamos aos reviews. No caso do Galaxy A33, o celular tirou fotos satisfatórias para a categoria:

“Falando da qualidade das imagens, a coreana não alterou a receita da lente principal, então você terá ótimos registros com esse smartphone em mãos — as fotos são vívidas, brilhantes e saturadas em níveis ideais. O efeito de profundidade precisa de alguns segundos para trabalhar em cima da imagem e, no fim, o resultado me agrada.”

Galaxy A53, por sua vez, oferece um resultado superior:

“O tempo instável de São Paulo me permitiu testar as câmeras desse aparelho em dois extremos. É claro que o tempo aberto é favorável para fotografias mais vivas e o conjunto ajuda fornecendo um ótimo alcance dinâmico, cores bastante saturadas, definição consistente e desfoque quase sempre preciso. A principal ainda não decepciona em dias nublados, já que oferece exposição controlada, belas texturas e coloração forte.”

Vale lembrar que a dupla possui estabilização óptica de imagem (OIS) na câmera principal, o que ajuda a evitar fotos tremidas.

Samsung Galaxy A33 possui câmera quádrupla de 48 megapixels (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A33 possui câmera quádrupla de 48 megapixels (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Bateria e carregamento

A dupla traz uma bateria de 5.000 mAh. Para testá-la, o Tecnoblog fez streaming de vídeo por duas horas, navegou pelo Instagram por uma hora e jogou Asphalt 9 por 15 minutos com os detalhes no máximo, tudo isso com o brilho no máximo, a tela no modo de 120 Hz e via Wi-Fi. Nesse meio, o tempo telefone consumiu 34%.

Ah, esse é o mesmo resultado do Galaxy A53 com a tela de 120 Hz. 

A dupla ainda oferece suporte à recarga rápida de até 25 watts. Mas a Samsung envia apenas um adaptador de tomada de 15 W e um cabo USB-C na caixa.

O Galaxy A33 e A53, no entanto, não tem recarga por indução (sem fio).

Samsung Galaxy A53 traz um carregador de 15 watts na caixa (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A53 traz um carregador de 15 watts na caixa (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Conectividade e conexões

A Samsung está levando o 5G aos seus modelos mais baratos. E o Galaxy A33 e o Galaxy A53 não ficaram de fora. Além disso, os smartphones têm NFC, tecnologia que pode ser usada para pagamentos por aproximação.

A lista de conectividade ainda engloba o suporte ao Wi-Fi, Bluetooth 5.1 e os sistemas de posicionamento embutidos, como o GPS.

A Samsung, no entanto, não incluiu uma entrada para fones de ouvido nos dois modelos. No lugar, os usuários precisarão usar a porta USB-C com um adaptador para conectá-los. Outra opção é usar um acessório já pronto para este padrão.

Além disso, a Samsung não manda o fone e nem o adaptador na caixa dos dois smartphones. Segundo a Samsung ao Tecnoblog, os acessórios são “vendidos separadamente”.

Samsung Galaxy A33 conta com a memória RAM virtual para melhorar o desempenho (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A33 conta com a memória RAM virtual para melhorar o desempenho (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Recursos extras

Os dois celulares da Samsung contam com leitor de impressões digitais sob a tela. Além disso, a dupla traz Dolby Atmos, que oferece uma experiência de som mais imersiva. Os recursos são somados às soluções de software da marca, como o Pasta Segura para guardar conteúdos e apps com mais proteção.

O RAM Plus é um aditivo interessante, também. A função pega parte do armazenamento emprestado para criar uma RAM virtual, o que ajuda a dar um gás no desempenho. Esta função está presente tanto no Galaxy A33 quanto no A53.

Samsung Galaxy A53 tem suporte ao 5G (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy A53 tem suporte ao 5G (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Preço e custo-benefício: afinal, qual celular comprar?

Os lançamentos da Samsung de 2022 são opções ideais para quem não faz um uso muito intenso do celular. Todavia, isto não significa que os dois atendem aos mesmos públicos. Portanto, é importante ficar atento aos pormenores.

Comecemos pelo Galaxy A53. Apesar do mesmo processador, o celular possui 8 GB de RAM, o que ajuda a oferecer um desempenho mais confortável no dia a dia. Ou seja, se você pretende rodar alguns jogos mais leves ou mais aplicativos simultaneamente, esta pode ser a melhor opção.

Já o Galaxy A33 é mais simples. Como foi observado nos testes do Tecnoblog, o celular oferece uma performance mais contida. Portanto, o telefone é uma alternativa para quem faz um uso mais moderado e deseja economizar na hora de comprar o celular.

E é aqui que entramos em um dos principais divisores de águas: o preço. O Galaxy A53 chegou ao Brasil em março de 2022 por R$ 3.499. Já o Galaxy A33 desembarcou no comercio nacional no mês seguinte por R$ 2.699.

Os valores, obviamente, já caíram. Em 14 de julho de 2022, enquanto escrevo este comparativo, o Galaxy A33 estava à venda no site da Samsung por R$ 2.499. Já o Galaxy A53 podia ser comprado na loja virtual da marca sul-coreana por R$ 2.699.

A dupla também está mais barato no varejo nacional.

Compare a ficha técnica do Galaxy A53 e A33

Galaxy A33Galaxy A53
TelaSuper AMOLED de 6,4 polegadas com resolução Full HD (2400 x 1080 pixels) e taxa de atualização de 90 HzSuper AMOLED de 6,5 polegadas com resolução Full HD (2400 x 1080 pixels) e taxa de atualização de 120 Hz
ProcessadorSamsung Exynos 1280 (octa-core de até 2,4 GHz)Samsung Exynos 1280 (octa-core de até 2,4 GHz)
RAM6 GB8 GB
Armazenamento128 GB (expansível via cartão de memória microSD de até 1 TB)128 GB (expansível via cartão de memória microSD de até 1 TB)
Câmera traseira– principal: 48 megapixels (f/1,8 e OIS)
– ultrawide: 8 megapixels (f/2,2)
– macro: 5 megapixels (f/2,4)
– profundidade de campo: 2 megapixels (f/2,4)
– principal: 64 megapixels (f/1,8 e OIS)
– ultrawide: 12 megapixels (f/2,2)
– macro: 5 megapixels (f/2,4)
– profundidade de campo: 5 megapixels (f/2,4)
‌Câmera principal13 megapixels (f/2,2)32 megapixels (f/2,2)
Bateria5.000 mAh (recarga de até 25 watts)5.000 mAh (recarga de até 25 watts)
Sistema operacionalAndroid 12 (One UI 4)Android 12 (One UI 4)
Conectividadeporta USB-C, 5G, 4G, 3G, 2G, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac (2,4 GHz e 5 GHz), Bluetooth 5.1, GPS e NFCporta USB-C, 5G, 4G, 3G, 2G, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac (2,4 GHz e 5 GHz), Bluetooth 5.1, GPS e NFC
Maisleitor de impressões digitais sob a tela, certificação IP67, Gorilla Glass 5, RAM Plus, entrada para dois chips de operadora (Dual SIM), Dolby Atmos e carregador na caixaleitor de impressões digitais sob a tela, certificação IP67, Gorilla Glass 5, RAM Plus, entrada para dois chips de operadora (Dual SIM), Dolby Atmos e carregador na caixa
Dimensões159,7 x 74,0 x 8,1 mm159,6 x 74,8 x 8,1 mm
Peso186 gramas189 gramas
Coresazul, branco, preto e roséazul, branco, preto e rosé
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque