Especialista aponta chegada do chip M3 e headset virtual da Apple para 2023

Aposta foi feita pelo jornalista Mark Gurman, da Bloomberg, em sua newsletter semanal; empresa também pode lançar um novo Mac Pro e um MacBook Air de 15 polegadas

Yan Avelino
Por

Quem acompanha o Tecnoblog sabe que a Apple prepara terreno para um headset de realidade virtual há alguns anos. Pois, após muitas especulações, tudo indica que ele finalmente poderá ser lançado em 2023. E não para por aí! Ao que parece, podemos ver também: um iMac com M3, um novo Mac Pro, e a chegada de um MacBook Air de 15 polegadas. As informações são de Mark Gurman, da Bloomberg.

Logotipo da Apple
Apple (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Antes dele, o analista Ming Chi-Kuo já havia apostado em um MacBook de 15 polegadas. No entanto, ele havia dito que o dispositivo não seria da linha Air e chegaria com com os chips M2 e M2 Pro. Agora, Gurman corrobora esse rumor afirmando que a Apple pode aumentar o tamanho atual do modelo para algo “um pouco maior”, entre 13 e 14 polegadas.

Esse, contudo, não seria o único hardware que a Apple estaria planejando para 2023. O jornalista afirma que a companhia pode lançar um novo iMac, mas com o chip M3 em vez do M2. No entanto, ainda não sabemos se um redesign no dispositivo é planejado.

Quem também pode ganhar melhorias é a linha de tablets da gigante de Cupertino, segundo Gurman. Ele conta na newsletter semanal que uma nova versão do atual iPad Pro de 12,9 polegadas pode chegar. Segundo o analista, o gadget virá com uma tela de 14,1 polegadas. Essa predição vai ao encontro com a do analista Ross Young, que também prevê o lançamento para o início de 2023.

Headset de VR pode finalmente sair do papel…

Por fim, Gurman não tem dúvidas: o maior lançamento de 2023 não será o novo MacBook, nem mesmo o iPhone 15, mas sim o tão aguardado headset de realidade virtual da Apple. Segundo as apostas, esse dispositivo pode chegar com três telas, sendo duas microLED 4K e uma AMOLED. Para isso, espera-se que o aparelho seja equipado com uma GPU e CPU minimamente poderosas.

Em junho passado, alguns rumores também falavam de um novo HomePod — de codinome B620. Segundo a Bloomberg, esse modelo atualizado poderá contar com o chip S8, o mesmo do Apple Watch Series 8. Além disso, outros rumores dizem que esse novo aparelho poderá chegar com um display mais poderoso.

…enquanto o iPhone 15 Pro Max pode não ver a luz do dia

Gurman também contou que a Apple pode aposentar a nomenclatura “Pro Max” dos seus iPhones e rebatizá-la como “Ultra”, a mesma que nomeou seu Watch mais poderoso.

Isso, é claro, deixaria ainda mais claro o distanciamento dos modelos mais básicos dos mais completos — leia-se: mais caros. Além disso, o jornalista aposta que esse dispositivo encabece a transição do conector Lightning para USB-C.

O motivo, segundo ele, seria aproximar o aparelho dos MacBooks, iPads e dos dispositivos Android, que já adotaram a porta como padrão há alguns bons anos. Resta-nos esperar, contudo, para saber quais os passos a Apple planeja tomar no próximo ano.

Com informações: 9to5Mac

Relacionados

Relacionados