Instagram é notificado pelo Procon-SP após bug que suspendeu contas

Falha no Instagram fez com que várias contas fossem suspensas no Brasil e em outros países; Procon-SP quer mais explicações sobre o incidente

Bruno Gall De Blasi
Por

Instagram sofreu uma pane global no começo da semana. Mas a história não terminou por aí: o Procon-SP notificou, nesta terça-feira (1), a rede social de fotos e vídeo devido ao bug que suspendeu contas de usuários. Os responsáveis pela plataforma da Meta têm até 72h para se manifestar sobre o caso.

Logotipo do Instagram
Instagram (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A falha que impediu o acesso à rede social foi solucionada na segunda-feira (31). Mas o Procon-SP quer mais explicações sobre o caso, e solicitou a quantidade de pessoas afetadas pelo incidente tanto no Brasil quanto em São Paulo. O órgão de defesa do consumidor também quer saber as providências tomadas pela empresa para resolver a instabilidade do aplicativo.

Mas a lista de solicitações não para por aí. Segundo uma nota à imprensa, o Procon de São Paulo também quer que a Meta informe quando detectou a dificuldade dos usuários de acessarem a plataforma. Outro questionamento gira em torno de outros problemas causados pelo incidente, incluindo a perda de seguidores nos perfis.

O Instagram tem até 72h para responder as perguntas. Procurada pelo Tecnoblog, a rede social disse na quinta-feira (3) que recebeu a notificação e que “dará todos os esclarecimentos solicitados dentro do prazo estipulado pelo Procon-SP”.

Instagram começou a semana com instabilidade

A ação do órgão de defesa do consumidor parte de um problema que aconteceu na segunda-feira (31). Para recapitular, diversos usuários do Brasil e de outros países foram impossibilitados de acessar a rede social pois suas contas estavam suspensas. Devido ao incidente, algumas pessoas também relataram que perderam seguidores em seus perfis.

O problema teve início por volta de 10h, com um pico por volta das 11h. No Brasil, de acordo com o Down Detector, as reclamações se concentraram principalmente nas cidades mais ao sul do país, como Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Mas também houve um grande volume de queixas em Brasília (DF), Fortaleza (CE), Recife (PE) e Salvador (BA).

Em nota enviada ao Tecnoblog na segunda-feira (31), o Instagram afirmou que o bug “fez com que algumas pessoas tivessem dificuldade para acessar suas contas no Instagram”. Em consequência, “um pequeno número de contas” notou “uma mudança temporária na quantidade de pessoas que as seguiam”. O incidente, no entanto, foi solucionado no mesmo dia.

Atualizado na sexta-feira (4), às 8h51, com o posicionamento do Instagram.

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Relacionados

Relacionados