LG cai para terceiro lugar em vendas de TV; Xiaomi é maior que Sony

Samsung ainda é o principal nome mundial quando falamos de smart TV; companhias chinesas cresceram bastante e se seguram no top 5

Ricardo Syozi
Por
• Atualizado há 4 meses
Televisão LG
TV LG OLED (Imagem: Divulgação / LG)

O mercado de televisões se deparou com uma mudança em seu ranking de marcas mais populares pelo mundo. A Samsung se manteve na liderança mais uma vez, mas foi a LG que viu o segundo lugar sair de suas mãos e ir para a TCL. Como resultado, agora há três empresas chinesas no top 5, incluindo HiSense e Xiaomi, deixando a japonesa Sony para trás na sétima posição.

As disputas pela atenção do consumidor no quesito smart TV coloca as empresas da Coreia do Sul e da China em posições favoráveis. Segundo os dados da companhia de pesquisas Omdia divulgados pela Business Korea, o top 5 das líderes do mercado global de televisões traz:

  1. Samsung com 19,6%
  2. TCL com 11,7%
  3. LG com 11,69%
  4. HiSense com 10,5%
  5. Xiaomi com 6,2%

É possível notar que a diferença entre o segundo e terceiro nome da lista é bem pequena, o que se traduz em cerca de 30 mil unidades de aparelhos. Contudo, vale prestar atenção que as três firmas chinesas juntas têm uma porcentagem maior do que a Samsung, que está na primeira posição.

Em outras palavras, não é só uma marca que perdeu espaço, mas sim todo o mercado que não é da China. Isso quer dizer que o domínio da Samsung pode estar em risco, já que o crescimento das companhias vindas do país de Pequim é bastante claro.

Curiosamente, em 2022, tanto a HiSense quanto a TCL enviaram uma quantidade maior de televisores para as lojas do que a LG, como mostra o gráfico da Omdia:

gráfico sobre TVs
Samsung lidera o ramo há bastante tempo (Imagem: Divulgação / Omdia)

Faturamento coloca a LG em segundo lugar

Quando falamos de receitas globais, a LG continua se garantindo logo atrás da Samsung, provando que ainda é um nome muito forte no ramo. Nesse caso, a empresa sul-coreana tem uma fatia de 16,7%, atrás apenas da líder, que tem 29,7% das vendas mundiais. A TCL está no terceiro lugar com 9,4%.

Uma razão para os números de faturamento ser maior nas duas firmas da Coreia do Sul em comparação às marcas chinesas é que elas lideram na área de aparelhos topo de linha, que costumam custar mais para o consumidor final. TCL, HiSense e Xiaomi focam mais nas TVs consideradas de entrada ou de nível intermediário.

Os novos modelos das televisões OLED da LG foram anunciados na CES 2023. Eles terão um processador atualizado e, como sempre, ainda mais brilho do que as versões anteriores.

LG revela novas TVs OLED para 2023 (Imagem: Divulgação)
LG revelou suas novas TVs OLED para 2023 (Imagem: Divulgação)

Xiaomi lidera mercado na Índia e deixa a Sony para trás

Enquanto as sul-coreanas e as chinesas disputam o espaço dos modelos de smart TVs, a única japonesa da lista vem encarando dificuldades para se destacar.

Já faz alguns anos que a Sony foi superada por muitas de suas concorrentes, com a Xiaomi conseguindo vender quase que o dobro quando falamos de vendas globais entre 2019 e 2022, de acordo com a Omdia.

Um dos fatores é que a marca da China é líder de mercado na Índia, vendendo cerca de 8 milhões de aparelhos no país nos últimos quatro anos. A companhia tem diversos modelos em sua página, entretanto, nenhum deles é vendido oficialmente no Brasil.

Com informações: GizmoChina.

Receba mais sobre Sony na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados