Microsoft começa a remover WordPad do Windows 11

Compilação mais recente do Windows 11 Canary deleta WordPad do computador durante atualização. Editor de texto foi descontinuado em setembro de 2023.

Giovanni Santa Rosa
Por
Marca do WordPad com asas e auréola, como se estivesse chegando ao céu
WordPad será removido em futuras atualizações do Windows (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A mais recente versão de testes do Windows 11 não conta com o WordPad — ao ser instalada, ela remove o clássico programa. O encerramento do editor de texto já tinha sido anunciado e agora está mais próximo para todos os usuários do sistema operacional. É o fim da linha para o software que estreou em 1995.

O WordPad entrou para a lista de “recursos descontinuados” do Windows em setembro de 2023. A mensagem da Microsoft dizia que o aplicativo não receberia atualizações e seria removido em uma futura release do Windows. Bom, a release chegou — pelo menos, na fase de testes.

A mais recente build do Windows 11 Canary (26040) desinstala o WordPad durante a atualização ou durante uma instalação limpa. O canal Canary do Windows Insider é o primeiro a receber novos recursos — e até por isso é o menos estável. Mesmo assim, é praticamente certo que o programa será removido em uma atualização futura do canal Release, que chega a todos os usuários.

Janela do WordPad
Este é o WordPad. É hora de dar adeus. (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

WordPad ficava entre Word e Bloco de Notas

Lançado em 1995 com o Windows 95, o WordPad era um intermediário entre o Bloco de Notas (Notepad), que serve apenas para textos simples, sem opções de formatação, e o Word, que traz uma série de recursos de processamento de texto, mas é pago. A Microsoft sugere que os usuários recorram a estes dois apps: o Word para arquivos .doc ou .rtf e o Bloco de Notas para arquivos .txt.

De 1995 para cá, muita coisa mudou, e é difícil imaginar que alguém realmente precise do WordPad. O Google Docs surgiu há mais de uma década como uma alternativa competente, online e mais completa que o WordPad, e a própria Microsoft oferece gratuitamente o Word Online. Para quem faz questão de um programa de desktop, há alternativas de código aberto, como o LibreOffice.

Tela do Bloco de notas com janela do Cowriter sugerindo reescrita de trecho
Bloco de Notas pode ganhar até recursos de IA (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Na outra ponta da família de editores de texto, o Bloco de Notas vem ganhando uma atenção especial da Microsoft — ao contrário do que aconteceu com o próprio WordPad, que foi esquecido pela empresa há anos.

O Bloco de Notas ganhou contador de caracteres, abas e salvamento automático ao longo de 2023. E pode vir mais por aí: usuários descobriram pistas de que recursos de inteligência artificial generativa estão a caminho, para ajudar a escrever, revisar e resumir textos.

Com informações: Microsoft, Tom’s Hardware

Receba mais sobre Windows 11 na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Relacionados