Apple deve lançar iPhone dobrável sem notch na tela em 2023

Segundo rumores, Phone dobrável seria lançado apenas em 2023 e iPhone SE de 3ª geração chegaria em 2022 com suporte a 5G

Murilo Tunholi
Por
• Atualizado há 5 meses
Conceito de iPhone dobrável (Imagem: Reprodução/ConceptsiPhone)
Conceito de iPhone dobrável (Imagem: Reprodução/ConceptsiPhone)

Os rumores sobre os próximos iPhones indicam que a Apple deve lançar um iPhone dobrável em 2023, além da terceira geração do iPhone SE em 2022. Essas informações foram compartilhadas nesta segunda-feira (1) pelo analista taiwanês Ming-Chi Kuo, conhecido por prever os lançamentos da empresa.

iPhone dobrável e sem notch em 2023

O primeiro rumor é a possível chegada de um iPhone dobrável no final de 2023. Ou seja, a tecnologia não estaria presente no iPhone 13 nem no iPhone 14.

Para o analista, a maior dificuldade da empresa seria encontrar uma solução para a produção em massa de aparelhos com o recurso de tela dobrável. Atualmente, esses celulares não são populares e a tecnologia ainda está em fase inicial.

O iPhone de 2023 também seria o primeiro a abandonar o notch, e ter a tela ocupando toda a parte frontal do aparelho. Assim como a situação da tela dobrável, Kuo explica que a previsão depende da capacidade de desenvolvimento da Apple nos próximos anos.

Ainda de acordo com o analista, o iPhone de 2023 teria Touch ID embaixo da tela e câmera periscópica. Contudo, Kuo também fala que esses recursos podem chegar separadamente antes do esperado.

Sobre os iPhones mais próximos, Kuo explica que a Apple deve substituir o notch por apenas um furo na tela no modelo de 2022.

Novo iPhone SE (Imagem: Apple)

Novo iPhone SE (Imagem: Divulgação/Apple)

iPhone SE com 5G em 2022

Já no segmento de iPhones mais baratos, Kuo diz que a Apple deve lançar o iPhone SE de terceira geração entre o segundo semestre deste ano e o começo de 2022. 

Antes, os boatos indicavam que o lançamento iria acontecer nos primeiros meses de 2021 com um iPhone SE Plus. O celular teria tela maior sem o botão físico Home na parte da frente, além de Touch ID no botão de energia. Essas informações, no entanto, perderam força após análises mais recentes de Kuo.

Segundo o analista, a Apple deve manter o visual já conhecido do iPhone SE de 4,7 polegadas. As maiores novidades seriam o suporte ao 5G e a chegada de um processador mais potente.

Kuo ainda fala que a experiência dos usuários iria melhorar com o Touch ID no botão de energia do iPhone SE, mas que não tem previsão de quando a tecnologia chegaria ao aparelho.

O iPhone SE é o celular de baixo custo da Apple, por isso não recebe muitos recursos que estão presentes em aparelhos mais caros, como os iPhone 11 e iPhone 12.

Com informações: 9to5Mac, MacRumors

Relacionados