Elon Musk confirma fundação da X.AI, empresa de inteligência artificial

Empresa é resultado do projeto “TruthGPT”, citado por Musk em abril; pouco se sabe sobre a X.AI, mas “coletiva” será realizada na sexta-feira pelo Twitter Spaces

Felipe Freitas
Por
Imagem de Elon Musk
Elon Musk anuncia fundação da X.AI (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

E finalmente Elon Musk retorna para o setor de inteligência artificial. Nesta quarta-feira (12), o bilionário anunciou oficialmente, no Twitter, a fundação X.AI, sua empresa do ramo de IA. Pouco se sabe sobre a X.AI até agora, mas a sua página revela ex-funcionários da OpenAI, DeepMind, Google, Microsoft, Tesla e Universidade do Canadá.

Mais informações sobre a X.AI serão reveladas na sexta-feira (14), quando uma sessão de “perguntas e respostas” será realizada no Twitter Spaces, recurso de “sala de áudio” da rede social de Elon Musk. O que sabemos de concreto até agora é que a X.AI está ligada ao “TruthGPT”, projeto de IA comentado pelo bilionário em abril, e que buscará “entender a realidade do universo”.

X.AI foi registrada em abril, próximo de compra de GPUs

  • A X.AI não chega fazendo tanta surpresa assim, já que em abril foi revelado a abertura da empresa e da compra de 10.000 GPUs da Nvidia — que está se tornando a principal fornecedora de equipamentos para essas atividades.
  • O anúncio oficial da X.AI traz mais dúvidas sobre o quão concreto está o projeto neste momento. Passaram-se apenas três meses entre as compras da GPUs e anúncio da empresa.
  • A OpenAI, da qual Musk foi um dos fundadores, existe desde 2015 e o ChatGPT só foi lançado no fim de 2022. A Microsoft iniciou a sua parceria com a OpenAI em 2016 e está desde fevereiro acelerando a integração de IA nos seus serviços — mas ainda há problemas com ChatGPT e BingChat.
Twitter da X.AI, nova empresa de Elon Musk que atuará no ramo de inteligência artificial (Imagem: Reprodução/Felipe Freitas)
Twitter da X.AI, nova empresa de Elon Musk que atuará no ramo de inteligência artificial (Imagem: Reprodução/Felipe Freitas)
  • No site oficial da X.AI (essa é a URL), há 12 ex-funcionários da OpenAI, Microsoft e DeepMind. Como apurou o TechCrunch, esses empregados da X.AI tem experiência com modelos de linguagem grande (LLM, sigla em inglês), tecnologia do GPT.
  • No tweet inicial da X.AI, a empresa perguntou para os usuários da rede social “quais são as perguntas mais fundamentais sem resposta?”. Musk quer criar uma inteligência artificial que compreenda a realidade do universo. No site da empresa, está o objetivo de “entender a real natureza do universo” — cuja resposta pode ser 42.

Como diria o Gaguinho de Looney Tunes, “isso é tudo, pessoal”. Mais detalhes sobre a X.AI nós saberemos na sexta-feira. Será que o Twitter Spaces vai aguentar?

Com informações: TechCrunch e Mashable

Relacionados