Logotipo do chatbot Microsoft Copilot
Copilot é o novo nome do Bing Chat (Imagem: Reprodução/Microsoft)

A Microsoft lançou discretamente um app nativo do Copilot para Android. Agora, não é mais necessário usar o aplicativo do Bing para acessar a inteligência artificial.

Um usuário do X (antigo Twitter) notou que a Microsoft colocou o app do Copilot na Google Play Store há cerca de uma semana, sem nenhum anúncio oficial. Ele já pode ser instalado na maioria dos smartphones e tablets Android. Por enquanto, ainda não há um aplicativo dedicado para iOS.

Três telas do Microsoft Copilot para Android respondendo a perguntas, criando imagens e gerando textos
Experiência do Copilot para Android é parecida com a de outras plataformas (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

A Microsoft adotou o nome Copilot para o antigo Bing Chat e também para seu conjunto de ferramentas que usam inteligência artificial generativa. O Copilot está em vários aplicativos e serviços, como o Edge, o Bing, o teclado SwiftKey, os programas de escritório do Microsoft 365 e muitos outros.

Além do Dall-E 3, o Copilot usa o GPT-4, novo modelo de linguagem em grande escala da OpenAI. Esta é uma vantagem do app da Microsoft — no ChatGPT, o GPT-4 é exclusivo para assinantes do pacote Plus, que custa US$ 20 mensais (cerca de R$ 100). A Microsoft é uma das grandes investidoras da OpenAI: ela já colocou mais de US$ 10 bilhões na empresa e é dona de 49% das ações.

ChatGPT e Bard também estão em celulares

Quem tem iPhone ou iPad não precisa ficar triste. Dá para usar praticamente todos esses recursos no app do Bing, que está disponível para o iOS há bastante tempo. Em outras plataformas, também dá para usar pelo navegador, no copilot.microsoft.com.

Entre as IAs generativas, o ChatGPT também tem aplicativos para Android e iOS, com direito a reconhecimento de voz. Já o Bard, do Google, está disponível nos celulares apenas através do navegador, no endereço bard.google.com.

E nunca é demais avisar: tenha cuidado ao usar este tipo de tecnologia, porque ela pode “alucinar” e inventar informações na hora de dar respostas.

Com informações: Neowin, The Verge

Receba mais sobre Bing Chat na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados