ChatGPT ficou instável por causa de ataque DDoS, diz OpenAI

Empresa publicou em seu site que passou por um ataque do tipo DDoS; ChatGPT apresentou instabilidade por causa do ataque

Felipe Freitas
Por
ChatGPT
OpenAI confirma que sofreu ataque DDoS nos últimos dois dias (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A OpenAI confirmou na noite de quarta-feira (8) que a instabilidade apresentada ontem no ChatGPT foi causada por um ataque DDoS. O serviço de IA generativa da empresa apresentou os primeiros problemas na manhã de quarta. Na página sobre o status do ChatGPT, a OpenAI dá a entender que os ataques ainda não cessaram.

Um ciberataque do tipo DDoS, sigla em inglês para negação de serviço distribuído, envolve sobrecarregar um serviço ou site com múltiplos acesso ao mesmo tempo. Desse modo, o servidor é sobrecarregado com os milhares de solicitações de acesso. Recentemente, o Google impediu um ataque DDoS com pico de 398 milhões de solicitações por segundo — o maior ataque do tipo da história.

ChatGPT instável por causa de ataque DDoS

Página da OpenAI relata situação do ataque DDoS na quarta-feira (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Página da OpenAI relata situação do ataque DDoS na quarta-feira (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

O ataque DDoS contra a OpenAI causou instabilidade no ChatGPT e na API para desenvolvedores. Nos testes feito pelo Tecnoblog, a IA generativa não apresentou nenhum problema na manhã desta quinta-feira. Durante a fase crítica do ataque, alguns usuários recebiam a mensagem de que o ChatGPT estava no limite máximo ou a página não carregava.

No entanto, na página de status do serviço, a última publicação da OpenAI, realizada às 19h49, informa que a empresa seguia realizando ações para mitigar o ataque DDoS. Não houve mais atualizações até o fechamento dessa notícia.

Na seção sobre os status do serviço a cada dia, é mostrado que os primeiros relatos de instabilidade começaram ainda na terça-feira, sendo que a situação piorou ontem. De qualquer modo, se você usa o ChatGPT regularmente, fique atento a possíveis problemas de instabilidade ou serviço fora do ar.

Como o ataque também envolve a API da inteligência artificial, desenvolvedores que integram o ChatGPT em outros serviços e aplicativos também podem sofrer com esses problemas em seus produtos.

Com informações: TechCrunch

Receba mais sobre OpenAI na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados