Portal de consulta de linhas pré-pagas por CPF chega a todo o país

Cadastro Pré permite consultar linhas pré-pagas da Algar, Claro, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo em todas as regiões do Brasil

Lucas Braga
Por
• Atualizado há 7 meses
iPhone e chips de celular

Algar, Claro, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo liberaram oficialmente a consulta do Cadastro Pré para todo o território brasileiro: o site permite que o consumidor consulte em quais operadoras há uma linha pré-paga associada com o seu CPF.

O Cadastro Pré estava disponível desde 6 de janeiro para moradores da região Norte, e depois se expandiu para o Centro-Oeste e Nordeste no dia 15 de janeiro. Mas, na prática, pessoas de qualquer região já podiam consultar o site desde o início. Agora, o portal também funciona oficialmente para habitantes das regiões Sul e Sudeste, completando o cronograma nacional.

O funcionamento do site é bem simples: basta visitar cadastropre.com.br e informar o número do CPF; será exibida uma lista de quais operadoras possuem linhas pré-pagas vinculadas. O objetivo é que o consumidor saiba se seu CPF está sendo usado por terceiros de forma não-autorizada.

Vale notar que você não precisa consultar cada uma das 27 unidades federativas no Cadastro Pré: os resultados do sistema já consideram as linhas cadastradas em todo o Brasil no seu CPF. O site explica que traz a “relação de prestadora(s) com linha(s) pré-paga(s) ativa(s) para o CPF, conforme avaliação em todo o território nacional”.

Linhas de planos controle ou pós-pago não são exibidas. Por questões de privacidade, a plataforma não exibe o número de cada chip.

Cadastro Pré não mostra quantas linhas estão em seu CPF

Um dos problemas no Cadastro Pré é que a plataforma exibe apenas as linhas das principais operadoras, ficando de fora as empresas virtuais, como Correios Celular, por exemplo. Além disso, o site não mostra quantas linhas estão associadas ao CPF, apenas diz quais as prestadoras que possuem o pré-pago ativo.

Caso o consumidor encontre uma linha desconhecida, deverá entrar em contato com a operadora para pedir o cancelamento. Ela deve efetuar o encerramento do número em até 24 horas caso seja feito por meio de atendente, ou 48 horas se for sem intervenção humana.

Receba mais sobre CPF na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Canal Exclusivo

Relacionados