Sempre de Samsung: Itaú começa a vender novos Galaxy em até 21 parcelas

Flip 5 tem preço fixado em R$ 6.878,70, abaixo dos R$ 7.999 anunciados oficialmente pela Samsung. Consumidor leva aparelho de 512 GB pelo preço da versão com 256 GB.

Thássius Veloso
Por
Smartphone sobre apoio de madeira
Galaxy Z Flip 5 utiliza Snapdragon especial da Samsung (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

O Galaxy Z Flip 5 está à venda no programa Sempre de Samsung, do banco Itaú, que chama a atenção por permitir o pagamento em até 21 parcelas. O novo celular dobrável tem preço fixado em R$ 6.878,70. A mensalidade fica em 21 vezes de R$ 199 e ainda tem o pagamento final de R$ 2.699,70, caso o consumidor deseje ficar com o aparelho (explico melhor mais abaixo).

Por sua vez, o Galaxy Z Fold 5 tem valor total de R$ 11.648,70. O consumidor pode parcelar em 21 vezes de R$ 329 e ainda realizar o pagamento final de R$ 4.739,70. Os smartphones têm preços de mercado tabelados em R$ 7.999 e R$ 13.799, respectivamente, de acordo com a fabricante.

A nova linha de dobráveis foi apresentada pela Samsung no evento Unpacked de 26 de julho, com cobertura presencial do Tecnoblog diretamente de Seul, na Coreia do Sul, a casa da gigante sul-coreana. Os smartphones trazem novidades incrementais, como a tela externa maior (e mais útil) do Flip 5, a estrutura no gap (sem aquele vão na tela interna) e processador Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy nos dois modelos.

Os sucessor de Flip 4 e Fold 4 estão em pré-venda desde o lançamento global e chegam às lojas brasileiras em 11 de agosto. Neste intervalo, os parceiros da Samsung estão divulgando as opções de compra, conforme é o caso do banco Itaú.

Como funciona o Sempre de Samsung

O programa Sempre de Samsung bebe da fonte do iPhone pra Sempre, em que o consumidor realiza o pagamento por um tempo mais longo do que os habituais 12 meses vistos nas operadoras de telecomunicações. Normalmente há um desconto na assinatura do contrato e o cliente deve decidir, ao fim de 21 meses, entre três opções:

  • Trocar de celular pela nova geração, o que resulta num novo contrato.
  • Realizar o pagamento final, numa única parcela, de cerca de 40% do valor total do aparelho.
  • Devolver o produto para o Itaú (sem realizar o pagamento final, mas também sem reaver o que foi pago ao longo dos 21 meses).

Não custa lembrar que é preciso ter um cartão de crédito do Itaú com limite para o valor total do smartphone.

Controvérsia do pagamento prolongado

Celular dobrável visto de perfil
Samsung aposta no “no gap” do Galaxy Z Flip 5 (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Faz anos que o Itaú aposta nesta modalidade de pagamentos. Alguns consumidores criticam o banco por manter o cliente fidelizado por tempo demais. Acaba se tornando um compromisso de longo prazo. Por sua vez, o Itaú defende as condições facilitadas e o frete grátis.

Há quem diga que não vale a pena. Me parece que, neste caso, o ideal é colocar os valores na ponta do lápis para decidir se faz sentido para a realidade da pessoa. De toda forma, fato é que trocar de smartphone a cada quase dois anos se tornou o habitual de muita gente, e tem consumidor que passa ainda mais tempo com o dispositivo.

Memória em dobro

O lançamento dos novos dobráveis envolve uma robusta estratégia de promoção em canais próprios e parceiros comerciais. O banco Inter, por exemplo, promete cashback de até 10% para quem comprar esta geração de smartphones e de até 15% nos tablets da linha Tab S9 e nos relógios Watch 6, também anunciados no Unpacked. Já as operadoras formularam descontos especiais mediante contratação de planos.

Smartphone entreaberto, apoiado em mesa de acrílico
Galaxy Z Fold 5 tem tela interna de 7,6 polegadas (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

O trade in se mostra como outra opção, já que o consumidor dá o aparelho atual como “entrada” na compra do novo. No entanto, vale observar que o Sempre de Samsung não contempla esta modalidade.

Todos os canais de vendas terão um elemento em comum: a estratégia de memória em dobro. Nesta fase de lançamento, o Flip 5 e o Fold 5 com armazenamento de 512 GB saem pelos preços dos modelos com 256 GB.

Eu entrevistei com exclusividade o vice-presidente de dispositivos móveis da Samsung Brasil. Gustavo Assunção me disse que ação similar ocorreu com bastante sucesso no Galaxy S23 e que por isto está sendo repetida agora. O executivo também descartou dar relógios e outros itens de graça.

Receba mais sobre Samsung na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Na mídia, também atua como comentarista da GloboNews e da CBN, além de ser palestrante, mediador e apresentador de eventos. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na revista Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Canal Exclusivo

Relacionados