Taxa limite excedida: Twitter impõe nova regra para visualização de tweets

Elon Musk denunciou data scraping e manipulação dos sistemas da plataforma. Usuários não-pagantes podem ver apenas 600 postagens por dia.

Thássius Veloso
Por
• Atualizado há 10 meses
Elon Musk com boca aberta, de onde saem pássaros do Twitter
Usuários não-pagantes do Twitter podem ver apenas 600 tweets por dia (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Twitter passou a exibir o aviso de “Taxa limite excedida” na tarde deste sábado (1º). No entanto, o que parecia ser um bug na realidade é proposital: Elon Musk, o dono da rede social, informou que se trata de uma medida para aliviar os servidores, que estão sobrecarregados.

E tem mais: Musk decidiu diferenciar a quantidade de tweets que cada usuário pode ver ao longo do dia. Fica da seguinte forma:

  • Contas verificadas (inclusive assinantes do Twitter Blue): 6 mil tweets por dia
  • Usuários normais: 600 tweets por dia
  • Contas recém-criadas: 300 tweets por dia

Denúncia de data scraping

Musk parece estar numa cruzada contra o data scraping, ou seja, a prática de rastrear postagens de usuários. Esta conduta é feita por empresas que desejam montar bases de dados. Presume-se que ele estava falando principalmente de startups e organizações envolvidas em projetos de inteligência artificial, que requerem grandes volumes de informações.

Twitter passou a mostrar aviso de “Taxa limite excedida” na tarde de 01.07.2023 (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Twitter passou a mostrar aviso de “Taxa limite excedida” na tarde de 01.07.2023 (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Desde ontem, o Twitter passou a impedir que usuários não-logados visualizassem os conteúdos publicados na plataforma. Essa medida normalmente é tomada por sites/apps que desejam registrar melhor o comportamento dos usuários, mas também pode ser uma barreira para bots.

O empresário disso que se trata de um limite temporário, mas não divulgou um prazo. Ele ainda informou que “em breve” os limites diários vão aumentar para 8 mil, 800 e 400 tweets por dia (respectivamente).

O assunto repercute na própria rede. Diversos usuários afirmam (com razão) que 600 postagens é muito pouco. “Acabou o Twitter” aparece em 6º lugar no Trending Topics, enquanto o Tumblr (uma suposta alternativa?) fica em 5º. Sobrou até para o finado Orkut, que surge na 15ª posição dos assuntos do momento.

Pague o aluguel

Tweet de Elon Musk menciona data scraping e manipulação do sistema (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Tweet de Elon Musk menciona data scraping e manipulação do sistema (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

As postagens de Musk não mencionam o alto custo dos servidores que mantêm a plataforma no ar. A nova CEO do Twitter, Linda Yaccarino, recentemente tomou para si a tarefa de negociar diretamente com o Google. A rede social mantêm os dados dentro de casa, mas utiliza a tecnologia do Google Cloud para combate ao abuso infantil e ao spam.

A imprensa dos Estados Unidos divulgou que a dívida chegaria a US$ 20 milhões, o que passa de R$ 95 milhões em conversão direta. Até onde se sabe, o Twitter também ficou um tempo sem pagar o Amazon Web Services.

Duelo de bilhões

Como se não existissem problemas demais na plataforma, Elon Musk desafiou Mark Zuckerberg para uma briga. Literalmente. Os dois empresários negociam uma luta no melhor estilo UFC. Ela poderia ocorrer tanto em Las Vegas quanto no Coliseu de Roma.

Elon Musk e Mark Zuckerberg negociam luta física (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Elon Musk e Mark Zuckerberg negociam luta física (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Ainda não há uma data para o confronto. Dana White, o executivo por trás do UFC, estaria pessoalmente envolvido nas conversas para produzir o evento – ainda que não faça parte do calendário oficial. Haveria até uma iniciativa filantrópica por trás da batalha de titãs da tecnologia.

Não custa lembrar a gritante diferença física entre os eventuais combatentes. Elon Musk tem 52 anos e 1,86 metro. Já Zuckerberg tem 39 anos e mede 1,71 metro. Conta a favor do chefão da Meta o fato de treinar artes marciais há quase dois anos. Enquanto isso, Musk sempre disse que não gosta de esportes e já avisou que não perderá peso para o UFC Big Tech (nome inventado por este escriba).

O motivo da encrenca seria o projeto secreto do Facebook para criar uma espécie de microblog de texto (tal qual o Twitter) dentro do Instagram. Recentemente, Zuckerberg também repetiu a cartilha de Musk ao começar a vender o selo de verificado (inclusive no Brasil).

Com informações de The Verge

Relacionados