Venda de celulares cresce 26% na América Latina

Mercado de smartphones segue em crescimento na América Latina. Após período de baixa em 2023, vendas de celulares registram 3º trimestre positivo

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 3 semanas
Saiba como descobrir o IMEI de um celular
América Latina apresenta recuperação nos últimos três trimestres, com crescimento acima de dois dígitos (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

As vendas de smartphones estão crescendo na América Latina. Uma pesquisa publicada na segunda-feira (27) pela Canalys, empresa de análise de mercado, mostra que houve um crescimento de 26% nas compras de celulares no primeiro trimestre de 2024. É o terceiro trimestre seguido que esses números fecham em alta.

Em comparação com o mesmo período de 2023, houve um aumento de 34,9 milhões de smartphones vendidos na região. O estudo da Canalys mostra ainda que este é o terceiro trimestre com crescimento acima de dois dígitos.

Vendas de 2022 até a metade de 2023 fecharam em queda (Imagem: Reprodução/Canalys)
Vendas de 2022 até a metade de 2023 fecharam em queda (Imagem: Reprodução/Canalys)

Venda de smartphones na América Latina nos últimos cinco trimestres:

  • 1º trimestre de 2023: −10%
  • 2º trimestre de 2023: −10%
  • 3º trimestre de 2023: +17%
  • 4º trimestre de 2023: +20%
  • 1º trimestre de 2024: +26%

Samsung lidera vendas na América Latina

Segundo a Canalys, a Samsung segue na liderança da venda de celulares na América Latina (32% de market share). A linha Galaxy A é o responsável pelo bom desempenho da marca na região. Foram vendidos aproximadamente 11,1 milhões de celulares da empresa no primeiro trimestre de 2024.

A Motorola (5,9 milhões de unidades) e a Xiaomi (5,3 milhões) fecham o pódio com o segundo e terceiro maior número de vendas. A primeira possui 17% de market share, enquanto a chinesa tem 10% do mercado latino. Os números da Xiaomi incluem as suas subsidiárias Redmi e Poco.

Mão segurando celular
Honor Magic 6 Pro foi apresentado na MWC 2024 (Foto: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Os maiores crescimentos no primeiro trimestre foram da Transsion e Honor. Essas marcas, que ficaram em 4º e 5º, respectivamente, cresceram 215% e 293% nas vendas. A Transsion é dona da marca Infinix, vendida no Brasil sob licença da Positivo. Já Honor se prepara para chegar no país, com alguns aparelhos homologados pela Anatel.

Miguel Perez, consultor sênior da Canalys, destaca que esse aumento na venda é alavancado pelo segmento de aparelhos de entrada e intermediários. Além da linha Galaxy A, os celulares Xiaomi Redmi e Moto G puxaram o crescimento do setor no primeiro trimestre de 2024.

Relacionados