TB Responde Aplicativos e Software

7 editores de vídeo para usar no seu canal do YouTube

Quer produzir conteúdo e não sabe por onde começar? Conheça alguns dos editores de vídeo usados por quem cria para o YouTube

Victor Toledo
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O uso de softwares de edição de vídeo é comum para aqueles que querem produzir conteúdo na internet. Se no passado editar vídeo era algo super complexo, hoje, há uma infinidade de programas e aplicativos dedicados a esse tipo de serviço com recursos que prometem facilitar a produção. Por isso, veja a seguir sete editores de vídeo para usar no seu canal do YouTube

YouTube (Imagem: Christian Wiediger/ Unsplash)
YouTube (Imagem: Christian Wiediger/ Unsplash)

1. Kdenlive

Começando por um dos editores de vídeo gratuitos da lista, o Kdenlive é um software de código aberto que traz bons recursos. O programa oferece ferramentas de corte, movimentação, edição de áudio, texto e imagem, além de um número enorme de efeitos e transições.

Kdenlive é um projeto iniciado em 2003 que foi ganhando recursos ao longo do tempo até se tornar um editor completo para quem busca publicar um vídeo no YouTube. De acordo com os desenvolvedores, o software é compatível com a maioria dos formatos de áudio e vídeo, traz atalhos configuráveis e ferramentas que lembram o Sony Vegas e o Adobe Premiere.

  • Plataforma: Windows, macOS e Linux;
  • Preço: grátis.
Kdenlive é um dos editores de vídeo para o YouTube grátis
Kdenlive é um dos editores de vídeo disponível gratuitamente (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

2. Shotcut

Outro editor de vídeo de código aberto é o Shotcut. Com uma interface muito semelhante a outros softwares pagos, o editor de vídeo suporta uma grande quantidade de formatos de áudio e vídeo, além da possibilidade de edição em 4K.

Disponível em português, o programa traz também ferramentas de transição, filtros de áudio, vídeo e outros recursos fundamentais para quem busca uma edição completa de seu conteúdo. Disponível gratuitamente, o Shotcut é compatível com Windows, macOS e Linux.

  • Plataforma: Windows, macOS e Linux;
  • Preço: grátis.
Shotcut é um editor de vídeo que também pode ser usado para o YouTube
Shotcut é um editor de vídeo de código aberto (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

3. DaVinci Resolve

Para aqueles que buscam algo mais profissional, o DaVinci Resolve pode ser uma boa solução. O software é um dos mais utilizados em todo o mundo, pois conta com recursos que permitem construir vídeos com efeitos visuais de qualidade.

De acordo com a página oficial do editor, o programa é até mesmo usado na pós produção de alguns filmes de Hollywood.

É possível criar animações 3D, criar títulos e imagens de transição animadas e até mesmo desenvolver cenários virtuais. Por ser um software mais completo, pode ser que um usuário iniciante encontre dificuldades na interface e com os recursos, porém, se você já tem alguma noção, não deve passar por problemas.

O DaVinci Resolve é gratuito, mas com limitações. Caso queira a versão completa é preciso adquirir uma licença.

  • Plataforma: Windows, macOS, Linux;
  • Preço: US$ 295,00 na versão paga.
DaVinci Resolve conta com versão grátis e paga (Imagem: Divulgação/Blackmagic Design)

4. Wisecut.video

Se você busca algo ainda mais simples e fácil de usar, o Wisecut.video tem esse objetivo. O editor é todo pelo navegador, ou seja, não há a necessidade de instalar nada para usar. Ao acessar o site, basta criar uma conta para começar seu projeto.

De acordo com os desenvolvedores, o programa usa inteligência artificial e reconhecimento de voz para auxiliar na edição de vídeo. O software permite adicionar legendas, criar cortes, adicionar músicas de fundo, entre outros recursos direto pelo navegador.

Assim como o DaVinci Resolve, o Wisecut.video é grátis, mas com limitações. Caso queira a versão completa, é preciso comprar uma licença no valor de US$ 57,00.

  • Plataforma: navegador;
  • Preço: US$ 57,00 na versão paga.
Wisecut.video é um editor de vídeos para YouTube que pode ser usado no navegador (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Wisecut.video é um editor de vídeo que pode ser usado no navegador (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

5. Lightworks

Voltando para os softwares de edição mais convencionais, o Lightworks também pode ser uma alternativa. A ferramenta de edição de vídeo conta com suporte para uma série de formatos como RED R3D, DV, Quicktime, MXF, DVCPRO, DPX, XDCAM, H.264, AVI e traz uma interface amigável e otimizada.

Por conta da sua gama de recursos, o software é recomendado para youtubers que já possuem um nível qualificado na edição de vídeo, visto que sua interface é toda em inglês — o que pode atrapalhar em alguns casos.

Assim como outros editores, o Lightworks conta com uma versão básica gratuita e outra completa que funciona como assinatura mensal.

  • Plataforma: Windows, macOS e Linux;
  • Preço: a partir de US$ 9,99 por mês na versão paga.
Lightworks é um editor de vídeo um pouco mais profissional que os demais (Imagem: Divulgação/Lightworks)

6. iMovie

Para os usuários de dispositivos Apple, o iMovie é uma opção bem conveniente. Desde 2013, o iMovie se tornou totalmente gratuito para todos os proprietários de novas versões de iPhone e iPad. O aplicativo é simples de operar, por isso, é muito popular entre os youtubers.

Existem modelos de projeto, títulos e transições, a capacidade de trabalhar com resolução Super HD e 4K, chroma key, filtros de cinema. Você também pode sobrepor suas próprias trilhas de áudio, gravar voz de um microfone e incorporar efeitos sonoros na ferramenta com facilidade e em poucos passos.

  • Plataforma: macOS e iOS;
  • Preço: grátis.
iMovie é um app disponível para dispositivos Apple (Imagem: Divulgação/Apple)

7. Final Cut Pro X

Se o iMovie é limitado para você, é possível encontrar mais recursos no Final Cut Pro X. Esse editor também é desenvolvido pela Apple e é um dos softwares de edição de vídeo mais usados para edição profissional de filmes.

A ferramenta traz recursos profissionais que permitem deixar o conteúdo da forma como preferir. Entretanto, o software é voltado para usuários mais avançados que já possuem certo conhecimento na área. O programa garante edição em 4K, suporte à arquivos de áudio e vídeo de alta qualidade, entre outros recursos.

O editor da Apple é vendido por R$ 1.699,00 no site oficial da empresa, o que pode ser um caro se você busca pelo básico.

  • Plataforma: macOS;
  • Preço: R$ 1.699,00.
Final Cut Pro X é a versão premium do editor de vídeos da Apple (Imagem: Divulgação/Apple)

E aí, qual desses editores de vídeo você usa em seu canal do YouTube? Faltou algum editor nessa lista? Deixe seu comentário e suas considerações em nossa Comunidade!

Esse conteúdo foi útil?

Victor Toledo

Analista de conteúdo

Victor Toledo é jornalista formado pela Unesp, com ensino técnico em informática. Antes de entrar para o time do Tecnoblog, em 2021, escreveu sobre informática, eletrônicos e videogames no TechTudo (Editora Globo) e no Zoom. É apaixonado por esportes e passa boa parte do tempo livre em simuladores de corrida e jogos de futebol.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque