Início » Internet » Mark Zuckerberg promete consertar o Facebook em 2019 (de novo)

Mark Zuckerberg promete consertar o Facebook em 2019 (de novo)

Em sua promessa de fim de ano, Mark Zuckerberg também diz estar orgulhoso do progresso que o Facebook fez ao longo de 2018

Emerson Alecrim Por

Mark Zuckerberg tem o hábito de postar suas metas de ano novo. Na virada de 2017 para 2018, por exemplo, ele prometeu consertar o Facebook. Nesta virada de 2018 para 2019 também houve uma promessa, nas entrelinhas, mas houve: consertar o Facebook. Sim, de novo. E não poderia ser diferente.

Mark Zuckeberg

2018 foi, não tenho dúvidas, o pior ano da história do Facebook. Foi nele, mais precisamente em março, que veio à tona o escandaloso caso Cambridge Analytica, que expôs dados de pelo menos 87 milhões de usuários da rede social.

Como se não fosse o bastante, o Facebook lidou com vários outros escândalos de violação de privacidade, sofreu vazamentos de dados, enfrentou campanhas de boicote, foi investigado por autoridades de várias partes do mundo e tentou dramaticamente conter a disseminação de notícias falsas.

Apesar de todas essas complicações, Mark Zuckerberg adotou um tom otimista em seu post de fim de ano. "Tenho orgulho do progresso que fizemos", disse se referindo aos esforços para evitar interferência eleitoral, disseminação de discursos de ódio e desinformação — os pontos que foram referenciados em sua promessa de ano novo anterior.

Mas o tom otimista não é suficiente para atenuar o clima de subversão que paira sobre o Facebook. Zuckerberg disse que a rede social adotou medidas para evitar problemas como o do caso Cambridge Analytica, mas não deu a devida importância a esse assunto, como se o escândalo não passasse de uma mera questão pontual.

O discurso de Zuckerberg está centrado, sobretudo, em enfatizar os avanços que fizeram a rede social ser mais proativa no combate aos problemas. Ele diz, por exemplo, que cerca de 30 mil pessoas foram contratadas em 2018 para reforçar o time de moderação de conteúdo.

Facebook / Con-karampelas / Unsplash

Porém, com relação a esse tópico, o TechCrunch lembra as denúncias de que os moderadores recebem baixos salários e, frequentemente, são expostos a conteúdos altamente perturbadores durantes horas, sem receber acompanhamento psicológico adequado.

É por essas e outras que o discurso de Mark Zuckerberg soa vazio, talvez pouco convincente. Apesar disso, o fundador do Facebook prometeu continuar progredindo com essas questões ao longo de 2019.

No que parece ser o ponto mais lúcido do texto, o próprio Zuckerberg enfatiza que alguns desafios irão requerer mais de um ano para serem enfrentados e que muitos problemas, como interferência eleitoral e discurso nocivo, podem nunca ser resolvidos completamente.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Aguinaldo Parreira
Os censuradores do Brasil, estão a serviço de um partido político sobre o qual não deixam comentar nada e até me bloquearam. Solicito uma investigação desse pessoal no B rasi, allém de desculpas públicas e reparação. Não têm condições nenhuma de serem cenbsuradores e nos bloquearem
Tiago Celestino
So existem ideologia na esquerda então!? É muito ser bizarro nesse mundo!
Tiago Celestino
Provavelmente falavam mentiras pra caramba! Ñ tem nada haver associar o declinio do FB por causa de auditoria internas.
Rafael Moreira
Não estragando o Instagram está de bom tamanho.
Miguel Mascarenhas
Não, vc não sabe nem na teoria.
johndoe1981
Graças a Deus só sei na teoria, pois ninguém merece sofrer com essa ideologia doentia na prática, criança.
Comentário Mil Grau℗
Já era Zuckera, vai ter que pedir pra sair, pois vc conseguiu tornar o Caralivro uma rede social escrota, fora apagar milhares de páginas de direita que provavelmente falavam mta verdade pro povo. Meu medo é ele sair do comando e dps de 20 anos retornar ao Facebook e se tornar um novo Steve Jobs da rede social. Ai Ai...
Miguel Mascarenhas
tu nem sabe o que é esquerdismo, criança
Maxnoob
Esse reptiliano só falar bsota
Carlin
Talvez essa seja a maior fake news do Facebook, é tão incrível que ninguém percebeu ainda!
johndoe1981
Quero ver o Foicebook esquerdar menos em 2019, duvido kkkkk
leoleonardo85
“Tenho orgulho do progresso que fizemos”, disse se referindo aos esforços para evitar interferência eleitoral, disseminação de discursos de ódio e desinformação.Eu conto ou vocês contam?
Caleb Enyawbruce
Consertar o Facebook: CTRL+A e Shift+Del
Jairo ☠️
Zuckerberg deve ter tido aulas com políticos brasileiros , promessas ......promessas
Bruno Stecanella
Já chegou num ponto que não tem mais conserto não ¯\_(ツ)_/¯
Luiz Henrique
"Mark Zuckerberg também diz estar orgulhoso do progresso que o Facebook fez ao longo de 2018"Alguém avisa pra ele que 1° de Abril é só daqui a 3 meses