Início » Negócios » Huawei já consegue produzir antenas de 5G sem peças americanas

Huawei já consegue produzir antenas de 5G sem peças americanas

Estações rádio base da Huawei não dependem mais dos Estados Unidos para serem fabricadas

Paulo Higa Por

Se a Huawei sofre os efeitos das sanções dos Estados Unidos em seus celulares, que não podem vir com os aplicativos do Google, pelo menos o braço de equipamentos de telecomunicações está mais aliviado. O fundador Ren Zhengfei informou que, a partir de outubro, começará a fabricar estações rádio base (ERBs) de 5G sem depender de nenhum componente americano.

TIM 5G / Huawei Mate X (Foto: Paulo Higa)

Zhengfei diz que a Huawei testou a fabricação de estações rádio base de 5G sem peças dos Estados Unidos em agosto e setembro. A produção em massa se inicia em outubro com uma estimativa de 5.000 antenas por mês. O presidente de estratégia corporativa, Will Zhang, afirma à Reuters que os novos equipamentos não possuem desempenho inferior e que a companhia teve “surpresas positivas” nos testes.

Em 2020, a expectativa é chegar a uma produção anual de 1,5 milhão de estações rádio base, mais que o dobro das 600 mil previstas para este ano — considerando também as que já foram produzidas nos últimos meses com componentes americanos.

Desde maio, a Huawei está em uma lista negra de empresas que podem ameaçar a segurança dos Estados Unidos. O governo americano acusa a Huawei de violar embargos comerciais, negociando com países como o Irã, o que resultou na prisão da diretora financeira da empresa; e suspeita que o governo chinês estaria usando a empresa para atividades de espionagem, algo que a companhia nega.

Para tentar contornar as sanções, a Huawei chegou a anunciar que estaria disposta a licenciar sua tecnologia de 5G, como patentes, códigos-fonte e expertise na fabricação, para uma empresa ocidental — o trio das gigantes de telecomunicações é formado também por Ericsson e Nokia. Estima-se que a Huawei detenha cerca de 20% das patentes relacionadas ao 5G no mundo, mais que todos os registros de empresas americanas somados.

A Huawei tem forte presença entre operadoras brasileiras, tendo fabricado 70 mil das 86 mil antenas de rádio em operação no país, de acordo com estimativas da Anatel. A empresa também é responsável por cerca de dois terços das redes 5G implantadas fora da China.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Baidu feat MC Brinquedo

Quer dificultar porque dormiu no ponto. Perderam muito e vão perder ainda mais quando as redes estiverem 100% operacionais.

Gameplay A One Universe

O Trump fodeu a ARM.

RODRIGO

Favor, dá uma pesquisada no Google, Bing e outros buscadores para encontrar esta notícia(se eu lembrasse a fonte, lhe diria agora!)!

Mario Bros

Nossa, legal. Agora me explica qual arquitetura a Alibaba criou e qual arquitetura a ARM licencia.

Vagner Da Silva
O famoso tiro que saiu pela culatra, dá uma felicidade ver um país que sabidamente espiona o resto do mundo, armar o circo contra a empresa por supostamente espionar e isso levar a empresa à se fortalecer.
Vagner Da Silva

O famoso tiro que saiu pela culatra, dá uma felicidade ver um país que sabidamente espiona o resto do mundo, armar o circo contra a empresa por supostamente espionar e isso levar a empresa à se fortalecer.

Mendonza
Bozo Yankee só na bravata. A cada chilique, um beijo na lona.
Mendonza

Bozo Yankee só na bravata. A cada chilique, um beijo na lona.

elliot filho de alder 🎃

boa huawei!

Jorge Luis

Responde mesmo com o verbo no futuro.

Highlander

Creio que faltou pôr o verbo no pretérito imperfeito "trabalhasse" para que o "se" respondesse a pergunta!

zephyr1an

tiro pela culatra do bozo americano

DODHOP

O velhote laranja deve estar engasgado até agora com essa diarreia que ele teve que engolir. HUAWEI SEM DEFEITOS!

Cristovão Gomes

Com certeza uma das surpresas foi descobrir que fica melhor sem os componentes dos oompas ....

Thiago Moraes

Pelo "se" que eu coloquei já respondi sua pergunta.

Exibir mais comentários