Início / Notícias / Finanças /

Nubank diz que “não há previsão” para adotar Apple Pay [atualizado]

Nubank menciona Apple Pay entre promessas para 2021; carteira digital dos iPhones permite pagamento por aproximação via NFC

Felipe Ventura

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Nubank publicou um tweet nesta terça-feira (29) com um caça-palavras indicando o que esperar de 2021, incluindo “amor, saúde e vacina”. Há também uma menção ao Apple Pay, sugerindo fortemente que a fintech finalmente será compatível com a carteira digital dos iPhones. No entanto, ela diz que “não há previsão de lançamento”.

Cartão da conta PJ do Nubank (Imagem: Divulgação/Nubank)

Cartão da conta PJ do Nubank (Imagem: Divulgação/Nubank)

“No Nubank, estamos sempre em busca de oportunidades para melhorar a experiência dos nossos clientes”, diz a empresa em comunicado ao Tecnoblog. “Acompanhamos de perto e com muita atenção as solicitações dos usuários, e por isso fizemos a brincadeira com os desejos para 2021.”

A fintech continua: “atualmente estamos focados em desenvolver serviços e funcionalidades que resolvam problemas urgentes e que atinjam o maior número possível de pessoas, e não há previsão de lançamento da integração com Apple Pay” (grifo nosso).

Nubank no Apple Pay?

Até o momento, o Nubank só permite pagar por aproximação usando o próprio cartão físico, seja no crédito ou no débito. Por muitos anos, a empresa alegava que o suporte a carteiras digitais como Samsung Pay, Google Pay e Apple Pay não era prioridade porque envolvia custos para adotar a tokenização.

Quando você paga via NFC com o celular, a maquininha não recebe o número do seu cartão: em vez disso, ela obtém um token — isto é, uma sequência única de números que serve como identificador. O sistema então verifica se esse token está correto e se corresponde ao dispositivo em que o cartão foi cadastrado; depois, a transação é liberada (ou negada).

Implementar a tokenização tem seu custo; mas em um ano de pandemia, no qual o uso do pagamento contactless disparou, o Nubank ficou meio deslocado. Em 2020, o Next (do Bradesco) ganhou suporte ao Apple Pay para cartões de débito ou crédito; enquanto Banco Inter e Digio chegaram ao Google Pay.

Lá em 2016, a Samsung disse que cartões do Nubank estariam disponíveis “em breve” no Samsung Pay, o que nunca aconteceu. Este ano, a fintech chegou a adotar o WhatsApp Pagamentos, sendo uma das poucas instituições financeiras compatíveis; no entanto, o serviço foi suspenso pelo Banco Central em prol do Pix.

Agora, parecia que o Nubank estava enfim pronto para entrar nas carteiras digitais:

Nubank no Apple Pay? (Imagem: Reprodução/Twitter)

Nubank no Apple Pay? (Imagem: Reprodução/Twitter)

O Nubank andou ocupado nos últimos meses. A empresa comprou a corretora Easynvest para dar mais opções de investimentos; lançou o Resgate Planejado com rendimento acima de 100% do CDI; e passou a oferecer seguro de vida a partir de R$ 9 ao mês.

Ela também vem se expandindo na América Latina, levando seu cartão de crédito sem anuidade para o México e para a Colômbia.

Atualizado às 12h14 com comunicado do Nubank